Search
Saturday 31 October 2020
  • :
  • :

Ngapeth em dez dias: da consagração na Liga à agressão no trem

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Em 11 de julho de 2105, Ngapeth estava no time francês que venceu a Bulgária, em Varna, para levantar o título o grupo II da Liga Mundial. Em 15 de julho, no Maracanãzinho, Ngapeth chamou para si as vaias da torcida brasileira, na vitória da França sobre o time da casa, na estreia das finais da Liga. Em 19 de julho, Ngapeth foi condecorado como melhor jogador da Liga Mundial conquistada pela Seleção Francesa. Em 21 de julho, na Estação de Trem de Montparnasse, na França, Ngapeth tentou atrasar a partida do trem para que sua família não perdesse o embarque, agrediu um funcionário da linha férrea e foi detido – e liberado – pela polícia.

 

A mesma capacidade que tem para jogar bola, como demonstrou nas últimas semanas, o ponteiro Earvin Ngapeth parece ter para mandar a bola na antena, quando o assunto requer apenas bom senso. Seus antecedentes é que dizem: em 2010, ele se desentendeu com o técnico da França Phillipe Blain, durante um jogo com o Japão, pela segunda fase do mundial de 2010, e foi desligado da seleção, e, em 2013, foi condenado a três meses de detenção, pena cumprida em liberdade, por se se envolve numa briga em uma boate no sul da França.

 

Ngapeth é jogador do Modena, da Itália, tem 24 anos de idade. Na última temporada atuou ao lado do levantador brasileiro Bruno e, a partir do campeonato da Liga Italiana que vem, jogará também com o central Lucão. Se ele chega à temporada 2015-16 como melhor jogador da Liga Mundial, chegará também como o sujeito a quem falta autocontrole fora de quadra. E que, provavelmente, responderá a mais um processo em seu país.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x