Search
Friday 25 September 2020
  • :
  • :

No encerramento da fase de classificação, clássico Unilever e Molico/Nestlé é a grande atração

Foto: Alexandre Arruda/CBV

Um dos grandes clássicos do voleibol brasileiro terá mais uma capítulo nesta sexta-feira (14/03). A Unilever (RJ) receberá o líder e invicto Molico/Nestlé (SP), às 21h30, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (SP). A partida, válida pela décima terceira e última rodada da fase de classificação.

Apesar de ambas as equipes já estarem classificadas para o playoff das quartas de final, o jogo tem uma grande importância para os grupos. Enquanto a equipe de Osasco luta para manter a invencibilidade, o time carioca disputa ponto a ponto o segundo lugar com o Vôlei Amil (SP), que duelará com o Brasília Vôlei (DF) também nesta sexta-feira. No momento, o Molico/Nestlé lidera, com 73 pontos. A equipe campineira está na segunda colocação, com 61, enquanto a Unilever aparece na terceira posição, com 59.

Esse será o 72º duelo entre as duas equipes na história da competição. Até hoje, o time carioca venceu 39 confrontos e a equipe de Osasco, 32. Os dois times fizeram as últimas nove finais da Superliga feminina (seis títulos da Unilever e três do Molico/Nestlé). O último confronto entre as equipes pelo primeiro turno da competição acabou com vitória do Molico/Nestlé por 3 sets a 0.

O confronto reunirá as duas líberos da seleção brasileira feminina de vôlei. Fabi, pela Unilever, e Camila Brait, pelo Molico/Nestlé. Para a jogadora da equipe de Osasco, o duelo será marcado pelo equilíbrio.

“Jogar contra a Unilever é sempre um desafio. O time delas erra muito pouco, por isso tanto o nosso saque quanto o contra-ataque precisam funcionar. Acho que isso pode fazer a diferença na partida”, disse Camila Brait.

Pelo lado da Unilever, a líbero campeã olímpica Fabi diz que o confronto entre as duas equipes será sempre especial.

“Esse é sempre um dos jogos mais esperados. O Molico/Nestlé vive um momento de invencibilidade e nós estamos buscando a nossa melhor atuação para chegar forte no playoff. É sempre especial jogar esse confronto. São anos de rivalidade. Esse é o jogo que antecede o playoff e todo mundo vai querer ter uma boa atuação. Elas buscam manter a invencibilidade e nós tentaremos nos superar. Além disso, vamos jogar no Maracanãzinho com o apoio da nossa torcida. Será um grande jogo e quem acaba ganhando com isso é o público”, afirmou Fabi.

Além do clássico entre Unilever e Sollys/Nestlé, outros seis jogos acontecerão nesta sexta-feira. Todas as partidas começarão às 21h30. O São Cristovão Saúde/São Caetano (SP) duelará com a Decisão Engenharia/Minas (MG), o São Bernardo Vôlei (SP) jogará com o Pinheiros (SP) e o Maranhão Vôlei/Cemar (MA) receberá o Banana Boat/Praia Clube (MG).

Já a Uniara/AFAV (SP) terá pela frente o Sesi-SP, o Brasília Vôlei (DF) medirá forças com o Vôlei Amil (SP), enquanto o Rio do Sul/EquiBrasil (SC) jogará com o Barueri Vôlei (SP).

Essas partidas vão definir os duelos dos playoffs, já que todos os oito times estão definidos. Vôlei Amil e Unilver brigam pelo segundo lugar, Banana Boat/Praia Clube e Pinheiros disputam a quinta posição e São Caetano e Brasília o sétimo lugar. Molico Osasco já garantiu a primeira posição e o Sesi o quarto lugar.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x