Search
Sunday 20 September 2020
  • :
  • :

No Rio, Unilever recebe Pinheiros para ir as semifinais

Foto: Divulgação

A segunda rodada das quartas de final Superliga feminina de vôlei 13/14 pode ser decisiva. A Unilever (RJ) levou a melhor no primeiro jogo e venceu o Pinheiros (SP) em jogo bastante disputado, decidido apenas no tie break. Depois de se enfrentarem em São Paulo (SP), desta vez, as equipes jogarão no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ), nesta sexta-feira (28/03), às 19h, com transmissão ao vivo do SporTV. Caso o time carioca vença, estará classificado para a semifinal da Superliga. Se o grupo paulista conseguir o resultado positivo, a decisão vai para o dia 4 de abril, no ginásio do Tijuca, novamente no Rio de Janeiro (RJ).

Em um jogo decisivo, experiência pode fazer a diferença. E os dois times contam com jogadoras preparadas para este momento. Pela Unilever, estará em quadra a central Juciely, que, aos 33 anos, já passou por diversos clubes e chegou a momentos importantes como esse, inclusive pela equipe carioca, onde está na quarta temporada.

“Sem dúvida, a experiência é importante, principalmente em um jogo que pode decidir o nosso futuro no campeonato, a nossa classificação para a semifinal. Mas isso não é tudo. Precisamos estar em um dia bom, com todos os fundamentos em equilíbrio e seguindo a disciplina tática para conseguir nosso objetivo”, comentou Juciely, que acredita em mais um confronto equilibrado no segundo jogo da série.

“A primeira partida foi difícil e ficou provado que não há grande favorito nessa série. Mas desta vez vamos estar em casa, com apoio da nossa torcida e vamos entrar focadas para conseguir a vitória e garantir nossa vaga na semifinal”, garantiu a central da Unilever.

E o Pinheiros conta com a vivência da capitã Andréia. Líder de um grupo mais jovem que o adversário, a oposto acredita que a responsabilidade herdada pelo fato de ser a mais experiente do time não gera nenhum empecilho.

“Não sinto um peso grande por ser a mais experiente. Hoje, na quadra, me sinto muito mais a vontade e confiante e devo isso a experiência que acumulei ao longo desses anos de vôlei. E confesso que gosto dessa responsabilidade. Tenho a sensação de que essa confiança que as meninas depositam em mim me move. Muitas vezes não é um ponto que preciso fazer, mas, sim, passar uma palavra de incentivo, uma cobrança ou uma orientação”, comentou Andréia.

Estar na casa do adversário também não assusta a oposto do Pinheiros. Até porque, a jogadora lembra que o time adversário treina, normalmente, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, onde disputa a maior parte dos seus jogos na Superliga.

“Comentei com as meninas que jogar no Maracanãzinho é muito legal, é outra energia lá dentro. Acredito que essa questão de adaptação não vai influenciar tanto para o nosso time, já que a Unilever não treina todos os dias nesse ginásio. A ambientação vai ser quase a mesma para os dois times”, opinou Andréia.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x