Search
Tuesday 29 September 2020
  • :
  • :

No tie-break: Brasil vence Coreia do Sul

 08/11/11 –  Em uma partida difícil, o Brasil conquistou a terceira vitória consecutiva na Copa do Mundo do Japão. A seleção brasileira feminina de vôlei venceu a Coreia do Sul, de virada, nesta terça-feira (08.11), por 3 sets a 2, parciais de 22-25, 25-18, 18-25, 25-13 e 15-8, em 1h54 de jogo, no Toyama City Gymnasium, em Toyama, no Japão. A competição é classificatória para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Os três primeiro colocados na classificação geral garantem um lugar na próxima edição dos jogos.

"); // -->

 

Nesta quarta-feira (09.11), as brasileiras lutarão por mais uma vitória contra a Sérvia. O time verde e amarelo enfrentará as atuais campeãs europeias, às 4h (horário de Brasília). A TV Globo e os canais Sportv e Esporte Interativo transmitirão ao vivo.

A ponteira coreana Kim (10) foi a maior pontuadora do confronto, com 29 acertos (24 de ataque, dois de bloqueio e três de saque), sendo eleita a melhor jogadora em quadra. Pelo lado brasileiro, a oposto Sheilla teve uma atuação destacada, com 19 pontos.

Fabíola brilha na vitória verde e amarela

No segundo set da partida, o treinador José Roberto Guimarães colocou a levantadora Fabíola em quadra no lugar de Dani Lins. A jogadora foi mantida no sexteto titular no restante do confronto. Para Fabíola, o Brasil precisa crescer na competição.

“A Coreia do Sul tem um jogo de muita variação de jogadas. É difícil marcar o jogo delas. A Kim teve uma grande atuação, mas nós precisamos jogar melhor. Quem está no banco tem que observar a partida. Procurei entrar com alegria no jogo. Um ponto positivo dessa partida foi a superação no quinto set”, disse a levantadora.

A ponteira Paula Pequeno, que marcou 15 pontos (13 de ataque e dois de bloqueio) no duelo, também apostou numa evolução do Brasil nas próximas partidas.

“É sempre complicado enfrentar a Coreia. Elas têm muito volume de jogo e variam as jogadas. A Kim jogou muito bem. Nós temos que buscar uma melhora no nosso astral. Daqui para frente temos que evoluir a cada partida”, afirmou Paula.

O treinador José Roberto Guimarães elogiou a atuação da ponteira coreana e cobrou a melhora de alguns aspectos do jogo das brasileiras.

“A Kim é uma craque de bola. Ela fez 29 pontos com um bloqueio pesado em cima dela. No entanto, estamos cometendo muitos erros. Nós temos que melhorar os contra-ataques, a relação do bloqueio com a defesa e as ponteiras precisam ser mais efetivas. Não tem jogo fácil nessa Copa do Mundo. Perdemos um ponto importante e daqui para frente temos que cometer menos erros”, ressaltou Zé Roberto.

O jogo

A levantadora Dani Lins começou a partida forçando o jogo pelo meio de rede. Com três pontos da central Thaisa (dois de ataque e um de saque), o Brasil foi para o primeiro tempo técnico vencendo por quatro (8/4). A defesa e o contra-ataque coreano passaram a funcionar e a diferença caiu para um ponto (14/13). Em um bloqueio da ponteira Kim sobre um ataque de Thaisa, as coreanas assumiram a liderança do marcador (15/14). As coreanas se aproveitaram de diversos erros das atuais campeãs olímpicas para ampliar a diferença (22/18). Em um ataque da ponteira Kim, as coreanas fecharam o primeiro set por 25/22.

O segundo set começou ponto a ponto. O técnico José Roberto Guimarães trocou as levantadoras. Entrou Fabíola e saiu Dani Lins e o Brasil abriu quatro pontos (14/10). As brasileiras começaram a marcar a ponteira Kim. Com um ace de Thaisa, o time verde e amarelo aumentou a vantagem para sete (18/11). Em um erro de saque da Coreia, as brasileiras venceram a segunda parcial por 25/18.

Sheilla fez o primeiro ponto do terceiro set, mas as coreanas começaram melhor (8/4). Com Sassá em quadra no lugar de Mari, as brasileiras encostaram no marcador (12/11). Neste momento, o bom volume de jogo das coreanas voltou a incomodar o time verde amarelo. As coreanas tinham cinco pontos de vantagem (21/16). Em um bloqueio de Kim sobre um ataque de Sassá, a Coreia do Sul fechou o segundo set por 25/18.

O Brasil voltou melhor para a quarta parcial. Em uma boa sequencia de saques de Mari, as brasileiras abriram quatro (5/1). Sheilla e Fabiana se destacavam na parcial e o Brasil tinha dez pontos de vantagem no segundo tempo técnico (16/6). Em um erro das coreanas, as brasileiras fecharam o quarto set por 25/13.

O quinto set começou equilibrado. A ponteira Paula Pequeno se destacava no ataque e as brasileiras abriram dois pontos (6/4). Com bons contra-ataques e se aproveitando dos erros da Coreia do Sul, o Brasil fechou o set por 15/8 e o jogo por 3 sets a 2.

Brasil: Dani Lins, Sheilla, Paula Pequeno, Mari, Thaisa e Fabiana. Líbero – Fabi. Entraram: Fabíola, Tandara, Sassá, Camila Brait e Juciely. Técnico – José Roberto Guimarães

Coreia do Sul: Kim Min-Ji, Hwang, Choi, Kim Yeon, Kim Se-Young e Kim Hee. Líbero – Nam Jie-Youn. Entraram: Jung Ji-Youn, Yoon, Kim Hye-Jin e Park Jeong – Ah. Técnico – Kim Hyung – Sil




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x