Search
Saturday 5 December 2020
  • :
  • :

Nova dupla do Brasil brilha em Moscou e, invicta, avança para as oitavas

Foto: FIVB

Três jogos, três vitórias, a liderança do grupo e a vaga direta para as oitavas de final do Grand Slam de Moscou (RUS) do Circuito Mundial. Este é o desempenho de Emanuel/Evandro, dupla que estreia pela seleção de vôlei de praia nas areias da capital russa. Única parceria brasileira, aliás, que avançou de forma automática. Bruno Schmidt/Pedro Solberg, Ricardo/Álvaro Filho e Alison/Vitor Felipe ainda terão que passar por uma espécie de repescagem para seguirem adiante.

Depois de largarem com vitória na véspera, Emanuel e Evandro voltaram a brilhar nesta sexta-feira (23/08). Fechando a fase de grupos, derrotaram os holandeses Stiekema e Varenhorst por 2 a 0, parciais de 21-19 e 21-13, e, na sequência, os russos Bykanov e Koshkarev por 2 a 1 (21-19, 25-27 e 15-12), confirmando o primeiro lugar do Grupo H e a vaga nas oitavas. Uma grande notícia para o Brasil, mas só até a página seguinte.

Isso porque os adversários de Emanuel e Evandro nas oitavas sairão justamente do confronto entre Bruno Schmidt/Pedro Solberg e Alison/Vitor Felipe. Um jogo certo, portanto, contra os atuais líderes do ranking ou contra a outra nova formação da técnica Letícia Pessoa. Ou seja, o país terá, na melhor das hipóteses, duas duplas nas quartas de final ainda na briga pelo título em Moscou.

Alison e Vitor Felipe passaram em terceiro lugar do Grupo G. Depois de estrearem com derrota na quinta-feira, nem precisaram fazer a segunda partida, nesta sexta, contra Hernandez/Fañe (VEZ), já que um dos atletas venezuelanos alegou uma lesão. E quando realmente entraram em quadra, fizeram um jogo bem equilibrado contra os italianos Lupo e Nicolai, mas acabaram perdendo, de virada, no tie break: 2 a 1 (21-23, 21-19 e 15-12).

Com os resultados, eles terão que encarar Bruno Schmidt e Pedro Solberg logo na repescagem. Os atuais líderes do ranking, que começaram a caminhada com vitória na véspera, voltaram a vencer nesta sexta, derrubando os tchecos Robert Kufa e Hadrava por 2 a 0, parciais de 21-16 e 21-/19. Mas, na partida que valia a liderança do Grupo B, acabaram surpreendidos pela dupla do Cazaquistão formada por Sidorenko e Dyachenko: 2 a 1, de virada, parciais de 15-21, 21-18 e 16-14.

A outra dupla que terá que passar pela segunda fase é Ricardo/Álvaro Filho, que terminou em terceiro lugar no Grupo D. Nesta sexta, depois de vencerem os noruegueses Horrem e Eithun por 2 a 0, parciais de 21-19 e 21-10, perderam para os austríacos Huber/Seidl também por 2 a 0 (21-17 e 23-21). E os adversários na luta por uma vaga nas oitavas serão Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen, justamente os holandeses que venceram os próprios Ricardo e Álvaro na final do Campeonato Mundial este ano.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x