Search
Wednesday 21 October 2020
  • :
  • :

Numa mescla de sentimentos, Wagão diz que Pinheiros será difícil para qualquer equipe

Fotos: Luis Ventura/Melhor do Vôlei

O sentimento de quase ter conseguido um resultado histórico era nítido nas jogadoras do Pinheiros, nesta quarta-feira (28/11). Algumas saíram de quadra com lágrimas nos olhos, a torcida aplaudiu de pé a reação do time, mas o que elas queriam mesmo era ter ido à final.

Wagão, técnico do time tentou explicar essa sensação, sem deixar de elogiar a postura de sua equipe. “Fica a tristeza de não ter passado mas por outro lado fica a felicidade de saber que o trabalho está rendendo o resultado. Somos um grupo forte, equilibrado e muito unido que perdeu por um detalhe. Cada vez mais o grupo se fortalece para o que vem pela frente”.

Para o treinador, o detalhe que faltou foi ter mais calma no momento de decisão do jogo. “Jogamos igual, buscamos o set decisivo e mostramos qualidade diante de uma grande equipe. No momento de decisão, quando você não tem uma bola que pode decidir, é você fazer com que a outra equipe jogue com mais responsabilidade no momento mais difícil para você. No set decisivo faltou um pouquinho disso, mas é compreensivo.

Ao final do segundo set, Wagão disse ao time que a equipe deveria jogar ponto-aponto e esquecer de tentar fazer tudo de uma vez só. “Eu falei que a gente tinha o objetivo assim: tínhamos que ganhar quatro sets e tínhamos ainda três sets para jogar. Tínhamos que buscar esse terceiro set e que nós deveríamos pensar mais em jogar ponto-a-ponto do que pensar em ganhar o set de qualquer maneira. Se acontecesse isso, a pressão passaria para elas, pois elas sabiam que do outro lado tem um time que já virou vários jogos e que tem condições de fazer isso. Então foi uma conversa mais para tirar a ansiedade e controlar o lado emocional, pois o lado técnico depende muito disso.”

Wagão ainda falou sobre a atuação de Ellen e sobre o time num todo. “A Ellen foi espetacular. O grupo todo foi bem, mas ela se destacou mais hoje. No terceiro set a gente se redimiu do segundo, pois fomos mal na leitura do jogo. Como eu já disse, contra uma equipe como a deles você não pode pecar nos detalhes, tem que jogar na estratégia traçada e não pode fugir, pois a qualquer momento abrem dois ou três pontos, fica difícil de buscar. Temos que jogar ponto a ponto e o que eu mais busco no time é esse equilíbrio emocional”.

Ainda segundo Wagão, o trabalho do Pinheiros está no caminho certo e ele tem certeza que dará bons resultados. “O trabalho está se solidificando e tenho certeza que dará resultado daqui para frente. Eu acho que o Pinheiros se jogar com essa postura fica difícil para qualquer equipe. Nós continuamos realistas e pensamos em classificar para o playoffs na Superliga”.

Lara e Leia assistem o jogo da torcida

Finalmente, sobre a volta de Lara e Léia, Wagão disse que os médicos é que vão definir. “Vai depender do departamento médico. A Lara ainda está com hematoma, eu acredito que para sexta seja difícil, mas a Léia eu acredito que sim. Vamos ver como elas evoluem, mas elas só voltam quando o médico liberar”

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x