Search
Saturday 16 January 2021
  • :
  • :

Os números de Osasco 3 x 0 Itambé/Minas

Foto: Orlando Bento/MTC

Osasco São Cristóvão Saúde é líder da Superliga Banco do Brasil 2020/21. O invicto time comandado pelo técnico Luizomar conquistou a sexta vitória consecutiva ao bater o Itambé Minas por 3 sets a 0 e agora ocupa a ponta da tabela. Com saque ‘matador’, uma defesa raçuda e um paredão implacável – responsável por 15 pontos -, ganhou o jogo desta sexta-feira (27), na Arena Minas, em Belo Horizonte, com parciais de 25/15, 25/16 e 25/20, em 1h12min. O próximo jogo de Tandara, Camila Brait, Roberta, Jaque e cia. será na próxima terça-feira (1), contra o Sesc Flamengo, no ginásio José Liberatti.

O volume de jogo foi o ponto alto de Osasco durante toda a partida, como destacou Roberta, eleita a MVP da partida pela torcida nas redes sociais de Osasco e também ganhadora do troféu VivaVôlei. “Viemos com a tática de sacar bem para quebrar o passe e tirar o poder ofensivo delas. Estudamos muito o Minas e viemos dispostas a manter a disciplina tática e buscar a vitória ponto a ponto. Nos mantivemos muito concentradas durante toda a partida e não perdemos a lucidez em nenhum momento. E quero dizer que o troféu é para todo o time, que jogou muito bem”, afirmou a levantadora.

O técnico Luizomar também fez questão de elogiar a postura da sua equipe. “Conquistamos uma vitória muito importante fora de casa e quero parabenizar o grupo, que jogou com consistência, disciplina tática e muita vontade. Temos muito a crescer ainda na Superliga, mas estamos apresentando um bom volume de jogo, consistência na relação bloqueio/defesa e lucidez no ataque. Seguimos na luta para honrar a camisa de Osasco e construir nossa caminhada até a final”, completou o treinador.

O jogo – O início de jogo de Osasco foi impecável. O saque forçado e a defesa funcionaram e as comandadas de Luizomar abriram 6/1. Bia montou o paredão no 10/7. O sistema defensivo seguiu eficiente e Jaque, no contra-ataque, marcou 15/8. Gabi Cândido emendou uma sequência no saque e conseguiu dois pontos diretos (19/8). Somando os erros das mineiras e a boa apresentação das osasquenses, a vitória no primeiro set foi construída com tranquilidade. O ponto final foi com um bloqueio de duplo de Bia e Tandara, após a central salvar uma bola com o pé. Final da primeira parcial: 25/15.

Osasco manteve a concentração no início do segundo set. Com a mesma agressividade no saque, abriu 7/3 com um bloqueio de Bia, forçando o Minas a pedir tempo. Tandara, na pipe, atacou no 10/4. Com um ace, Jaque fez 12/4. Após dois pontos seguidos de saque de Bia, o placar foi para 15/6. Após um longo rali, com 38 segundos, Tandara e Bia montaram o paredão no 19/11. Roberta manteve a variação ofensiva e Gabi atacou no 22/13. Mayany, na china, marcou no 23/15. O set point veio em um erro de saque das donas da casa. Assim como o ponto decisivo, que garantiu a vitória das comandadas de Luizomar por 25/16.

O terceiro set começou mais equilibrado, mas com Osasco mantendo o controle. O Minas conseguiu encostar e igualar o placar no 6/6 e passou à frente do placar pela primeira vez na noite no 8/7. Após um ace de Tandara e um bloqueio de Bia, Osasco abriu dois pontos (14/12). Mas a parcial seguiu lá e cá. Tandara atacou na entrada e fez 19/19. Jaque, com dois bloqueios, garantiu o 21/20. Tandara, em mais um paredão, fez 22/20. Kika entrou para sacar e conseguiu um ace no 23/20. Jaque, em mais um bloqueio, fez o set point (24/20). E a vitória por 25/20 veio após um erro do Minas.

Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (1), Tandara (16), Jaque (9), Gabi Cândido (8), Mayany (8), Bia (10) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Kika (1), Camila Paracatu.

Itambé/Minas: Macris, Carol Gattaz (7), Pri Daroit (11), Thaisa (9), Megan (5), Danielle Cuttino (4) e a líbero Léia. Técnico: Nicola Negro. Entraram: Pri Helds (2), Kasiely, Camila Mesquita.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x