Search
Tuesday 11 December 2018
  • :
  • :

Osasco-Audax repatria central Mayara Santana

Com 23 anos, a atleta volta ao país após uma boa temporada em Portugal, onde ajudou seu time, o Clube Kairós, a chegar a finais inéditas em sua história. (Divulgação)

O Vôlei Osasco-Audax segue a vocação de investir na nova geração do esporte ao ‘repatriar’ a central Mayara Santana. A jogadora de 23 anos chega após uma temporada de bons resultados em Portugal para ser a oitava contratação da tradicional equipe na temporada 2018/19, na qual os desafios serão a luta pelo heptacampeonato paulista, o tetra da Copa Brasil e pelo título da Superliga.

Mayara já está integrada ao grupo e feliz da vida. “Fiquei muito contente com a oportunidade de jogar em um time tradicional como o Vôlei Osasco-Audax. Queria trabalhar em um projeto com mais estrutura, onde eu pudesse crescer, e aqui terei tudo isso”, explica a meio de rede. “Meu objetivo é crescimento individual e coletivo, e o nosso coletivo é muito bom. Osasco é diferente dos outros times por onde passei. Aqui todos acolhem a gente. Não faz diferença se você é campeã disso ou daquilo. Todo mundo trabalha igual, treina igual, recebe atenção igual e, quando se corrige, a orientação é igual”, completa.

Com 1,86 metros de altura, Mayara chega a Osasco após uma temporada de sucesso no vôlei português. Ela ajudou o Clube Kairós nas campanhas do vice-campeonato nacional e, também, da Taça Portugal. “Foi a primeira vez que a equipe esteve em uma decisão em sua história. E conseguimos logo duas finais. Infelizmente, o título não veio, mas foi histórico”, conta a central, que após oito meses em Portugal se prepara para disputar a segunda Superliga da carreira. Antes de ir para a Europa, defendeu o Sesi na temporada 2016/17.

Mayara é o oitavo reforço do Vôlei Osasco-Audax, que contratou as campeãs olímpicas Paula Pequeno e Walewska, a norte-americana Hooker, a levantadora Claudinha, a central Natasha e as ponteiras Domingas e Vivi. Também renovou com a levantadora e medalha de ouro em olimpíada, Carol Albuquerque, a oposta Lorenne, a ponteira Mari Paraíba, a líbero Camila Brait e a meio de rede Nati Martins. Confirmando a filosofia de colaborar na formação da nova geração do esporte, renovou os contratos da líbero Kika e da levantadora Gabriela Zeni.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »