Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Osasco-Audax supera Renata/Valinhos em sets diretos

Lorenne foi a maior pontuadora do confronto, com 20 acertos. (Foto: João Neto / Fotojump)

O Vôlei Osasco-Audax iniciou a caminhada rumo ao heptacampeonato Paulista com o pé direito. Bateu o Valinhos Vôlei por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/14 e 26/24, em 1h29min, na noite desta sexta-feira (14), no ginásio José Liberatti, que recebeu o bom público de 2.300 pessoas. A partida marcou o reencontro com a fanática torcida osasquense e a apresentação do time para a temporada 2018/19, com novo uniforme e comunicação visual do ginásio, agora totalmente identificado com a tradição do Osasco Voleibol Clube. Em quadra, Lorenne foi a maior pontuadora da partida, com 20 acertos, seguida por Paula Pequeno, que voltou a vestir a camisa do time após quase dez anos, e marcou 16 pontos.

A atacante não conteve as lágrimas após a partida. “É uma emoção muito grande pisar no Liberatti e vestir essa camisa de novo. Tudo isso tem uma importância sagrada. Osasco representa muito na minha vida. Não tem como não se emocionar após uma estreia em casa e ainda mais com vitória. Minha filha também chorou. Estou muito feliz pela oportunidade de dividir minha experiência com esse time”, declarou ela, que completou. “Sabemos que o time está em início de trabalho. Estamos muito bem fisicamente. A comissão técnica trabalhou muito bem técnica e taticamente, mas é só com o passar dos jogos que vamos nos entrosando e melhorando. O importante é que aqui é mais Osasco do que nunca.”

O técnico Luizomar avaliou a estreia como positiva. “Havia muita expectativa para essa primeira partida, por tudo que passamos para chegar até aqui, juntamente com a emoção do reencontro com a nossa torcida. Estamos em começo de temporada e altos e baixos são normais, como ocorreu no terceiro set, quando demos uma caída, elas abriram vantagem, mas conseguimos a virada. Foi uma boa estreia. Esse tipo de instabilidade tem que ser corrigida, mas gostei da forma como o time se comportou”, analisou o treinador.

Claudinha seguiu a mesma linha de raciocínio. “Temos muito o que melhorar, criar uma identidade como equipe. Mas é só jogando que se atinge essa meta. Seguiremos treinando, jogando e colocando em prática todo esse trabalho para o time ganhar uma cara”, afirmou a levantadora. “Baixamos um pouco a guarda no terceiro set, sem tirar o mérito delas, mas são coisas que precisamos ajustar. Temos que colocar o nosso ritmo, que é forte, a cada ponto. Temos que apresentar sempre o nosso melhor em quadra em busca da vitória”, completou.

O jogo – O Vôlei Osasco-Audax demorou até a metade do primeiro set para esquentar as turbinas. Mas quando esquentou, arrancou para a vitória. Depois de estar seis pontos atrás do placar, empatou no 17/17 com Lorenne. A oposta virou com um ace no 18/17 e marcou o ponto decisivo da parcial para garantir o 25/20 para as donas da casa. Outro destaque foi Paula Pequeno, segura e eficiente no ataque, especialmente na entrada de rede.

O segundo set foi um passeio do Vôlei Osasco. Com o saque ‘machucando’ a recepção de Valinhos, as oportunidades de contra-ataque apareceram. Claudinha colocou suas atacantes para jogar e o resultado foi 11/4, obrigando o técnico adversário a gastar seus dois tempos. Além da inspirada Paula Pequeno, Mari Paraíba e Walewska contribuíram com pontos decisivos. No final, vitória tranquila por 25/14 e 2 sets a 0 no placar da partida.

No terceiro set, parecia que o Vôlei Osasco iria entregar os pontos. Só parecia. Valinhos chegou a abrir 22/16, quando as donas da casa iniciaram um reação que levou os torcedores ao delírio. Com dois pontos de Paula Pequeno, as comandadas de Luizomar baixaram a diferença para três pontos (20/23). E com Lorenne inspirada no saque e no ataque, salvou três match points para empatar no 24/24, com um ace, e ganhar a partida no 26/24 com ponto final de Mari Paraíba.

Vôlei Osasco-Audax jogou com Claudinha (3), Lorenne (20), Walewska (9), Natasha (4), Mari Paraíba (11), Paula Pequeno (16) e a líbero Camila Brait. Técnico Luizomar de Moura. Entraram: Nati Martins (2), Vivi (1).

O Valinhos Vôlei jogou com Gabi Pena, Dani Perê (12), Mari Capovilla (12) Flavia Gimenes (7), Vivian (7), Bobs (5) e a líbero Evelyn. Entraram: Kamila, Schneid, Ju Rodrigues, Larissa (2).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
2 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Cléber Ailton Teixeira

Lorenne jogou demais.

Cléber

O time do Osasco jogou bem, mas não foi fácil, pois Valinhos estava com ótimos passe e bloqueio, e sua defesa muito bem postada. Lorenne arrasou, 20 pontos, grandes ataques, defesas e saques eficientes.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x