Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Outro espetáculo! Sesi-SP vence RJX em casa em jogo emocionante

Foto: Divulgação

 Em um jogo marcado pelo equilíbrio e bom nível técnico, o Sesi-SP venceu o RJX (RJ), neste sábado (26.01), na quarta rodada do returno da Superliga masculina de vôlei 12/13. O time paulista perdeu os dois primeiros sets e virou o placar, fazendo 3 sets a 2 (21/25, 22/25, 25/20, 26/24 e 15/12), em 2h17 de partida, e tirando a invencibilidade da equipe carioca no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ).

A partida, marcada pelo equilíbrio, contou com vários destaques. O oposto do Sesi-SP, Lorena, foi o maior pontuador, com 26 acertos, e o levantador do time paulista, Everaldo, que entrou no segundo set, foi eleito o melhor da partida e recebeu o Troféu VivaVôlei. Para o levantador, todo o time evoluiu ao longo do confronto.

“Não considero que mudei a história do jogo. Eu estava machucado, fiquei quatro meses parado, e estou voltando agora que o Sandro (levantador titular) machucou e a única coisa que eu poderia fazer era tentar ajudar o grupo. Tentei dar um pouco mais de gás e deu certo. A equipe do RJX é muito forte e não é a toa que está em primeiro lugar e foi muito importante conseguir reverter o resultado”, disse Everaldo.

Para o líbero Serginho, manter a calma durante a partida foi importante. “Tivemos paciência e isso foi fundamental. O Everaldo entrou muito bem, em um jogo difícil e conseguiu manter o padrão da nossa equipe, mesmo entrando em uma situação delicada. Fico feliz de ver que, mesmo em dificuldades, ele conseguiu nos ajudar tanto”, disse Serginho.

Pelo lado do RJX, o levantador Bruninho lamentou a derrota, mas fez questão de elogiar o jogo decidido nos detalhes. “Foi uma partida difícil e equilibrada. Eles marcaram bem a nossa saída de jogo no terceiro e no quarto sets. Deixamos a equipes deles crescer na partida e perdemos um pouco a concentração em alguns momentos. Sabíamos que o jogo iria ser dessa forma”, disse Bruninho. 

 

O JOGO

O Sesi-SP abriu o placar no erro de contra-ataque do RJX. O time visitante forçou o saque e abri 3/1. A vantagem seguiu em dois pontos e o Sesi-SP fez 8/6. O RJX virou o placar com o oposto Paulo Victor (9/8). No contra-ataque do central Riad, o time carioca abriu três de vantagem (12/9). Em grande passagem do central Lucão no saque, o RJX ainda fez mais um (13/9). A equipe do Rio de Janeiro seguiu em vantagem(16/14), e, no contra-ataque do ponteiro Cléber, o Sesi-SP empatou em 16 pontos. O jogo seguiu equilibrado e, em outro bom momento de Lucão no saque, o RJX fez 21/18. O ponteiro Thiago Alves bloqueou o ataque do oposto Lorena e o time carioca fez 23/19. E, no ataque do oposto Theo, o RJX venceu a primeira parcial por 25/21.

Depois de perder o primeiro set, o Sesi-SP voltou melhor e, no ace de Lorena, fez 3/1. No bloqueio do central Riad, o RJX virou o placar em 4/3. O jogo voltou a ficar igual em 7/7. Com Lucão, o time da casa colocou três de vantagem (11/8). O central voltou a pontuar, com um bloqueio sobre seu companheiro de seleção, Sidão, e a equipe carioca fez 13/10. Thiago Alves marcou ponto direto de saque e o RJX colocou seis na frente: 19/13. O Sesi-SP pontuou em sequência, em boa passagem do levantador Everaldo no saque, e encostou em 19/18. A reta final do set foi equilibrada e, no ataque de Paulo Victor, o RJX fechou em 25/22.

Assim como nos dois primeiros sets, o time de São Paulo começou na frente. O Sesi-SP manteve no bom ritmo e, no ace do central Éder, fez 7/4. O time visitante seguiu melhor e abriu quatro de diferença: 11/7. Com o ponteiro Murilo, o Sesi-SP fez 15/10. A diferença diminuiu para dois pontos, mas a equipe paulista seguiu na frente (16/14). No ataque do ponteiro Ary, o Sesi-SP fez 21/17. Dessa vez, o time visitante segurou a vantagem e seguiu no comando do marcador. E, no erro de saque do RJX, fechou o terceiro set em 25/20.

A quarta parcial começou equilibrada. As equipes empataram em quatro pontos e, com dois pontos de saque consecutivos de Lucão, o RJX passou à frente (6/4). No bloqueio, o Sesi-SP deixou tudo igual novamente: 7/7. Em uma disputa de bola com Éder, o levantador Bruninho levou a melhor e o RJX fez 9/8. O jogo mudou novamente de comando e o Sesi-SP fez 13/11. A equipe visitante manteve a vantagem de dois pontos (16/14). O RJX buscou e empatou em 16 pontos. O time paulista, então, voltou a abrir e, com Murilo no ataque, fez 20/17. A equipe visitante fez 23/21. Theo pontuou no contra-ataque e deixou tudo igual: 23/23. Mas, no ace de Lorena, o Sesi-SP fechou em 26/24.

Thiago Alves abriu o placar do set decisivo a favor do RJX e o Sesi-SP empatou em quatro pontos. Com o oposto Theo, o time da casa colocou dois pontos na frente: 6/4. Sidão bloqueou e o Sesi-SP deixou o placar igual mais uma vez (7/7). O equilíbrio predominou no tie-break e o set teve um novo empate em 10 pontos. No bloqueio do central Éder, o Sesi-SP passou à frente: 13/12. E a equipe paulista fechou em 15/12.

RJX: Bruno, Paulo Victor, Lucão, Riad, Thiago Alves e Dante. Líbero: Mário Júnior. Entraram: Guilherme, Theo, Thiago Sens e Ualas. Técnico – Marcelo Fronkowiak

SESI-SP: Thiaguinho, Lorena, Sidão, Éder, Murilo e Cléber. Líbero: Serginho. Entraram: Mão, Léo Mineiro, Everaldo e Ary. Técnico – Giovane Gávio

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x