Search
Tuesday 20 October 2020
  • :
  • :

Outro tie break, outra vitória brasileira sobre as japonesas

Crédito: Divulgação/CBV

Crédito: Divulgação/CBV

 

No terceiro amistoso da série contra o Japão, o Brasil saiu de quadra com sua segunda vitória, a segunda em cinco sets, no Ginásio Taquaral, em Campinas. O jogo da manhã deste domingo teve parciais de 25-18, 22-25, 20-25, 25-19, 15-11 e serviu, mais uma vez, para testes das duas comissões técnicas. O próximo encontrou entre os times, fechando a sequência amistosa, será quinta-feira, dia 16, no Maracanãzinho, com portões fechados.

 

O técnico José Roberto Guimarães fez cinco modificações em relação ao time de sábado. Manteve Mari Paraíba e Bárbara e começou a partida com Macris, Rosamaria, Ellen, Adenízia e Camila Brait. No decorrer da partida, entraram Joycinha no lugar de Rosamaria, Letícia Hage em substituição a Adenízia e Suelle no lugar de Ellen – Dani Lins participou do jogo em algumas passagens.

 

O passe, a exemplo da partida de sábado, foi um dos pontos fracos do time brasileiro, assim como a saída de rede. Com Ellen insegura na recepção e Rosamaria com dificuldade para atacar, o Brasil se valeu de outra boa atuação de Mari Paraíba, do crescimento do bloqueio de Adenizia, principalmente, nos pontos finais da parcial e dos erros que o Japão cometeu.

 

No segundo set, Sakoda entrou no time do Japão e passou a dividir a responsabilidade do ataque com Saori. Rosamaria, depois de sofrer um bloqueio de Sakoda, foi substituída por Joycinha, que teve atuação melhor do que a do sábado. O set ficou equilibrado até o Brasil fazer 22-21, quando, então, a levantadora Koto, a mesma que sacou no 11-0 do quarto set de ontem, entrou para sacar e fechar o set em sua passagem pelo serviço.

 

Durante o terceiro set, Suelle substituiu Ellen, mas isso não foi suficiente para o Brasil levar a parcial. Já no quarto set, com a entrada de Leticia Hage no lugar de Adenizia, o bloqueio brasileiro voltou a aparecer, assim como o ataque pelo meio de rede. No segundo tempo técnico, o Brasil conseguiu uma sequência de 8 pontos a 1 e não foi mais perturbador até o fim do set.

 

No tie break, o jogo só teve equilíbrio nos primeiros pontos. Quando o Brasil fez quatro pontos consecutivos, com dois ataques de Joycinha, um bloqueio de Bárbara e um erro de Saori, o jogo ficou 8 a 3 para as rédeas do set ficaram, definitivamente, nas mãos do time da casa. De volta ao time, a última bola foi para Rosamaria, que explorou o bloqueio e garantiu a segunda vitória da seleção.

 

Destaque para o primeiro jogo de Macris como titular, que pareceu à vontade com o uniforme verde-amarelo e, apesar de dois insucessos em bolas de segunda – uma defesa e um bloqueio – saiu-se bem com o recurso e ainda teve uma boa passagem de saque no quarto set.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x