Search
Tuesday 29 September 2020
  • :
  • :

Para Luizomar, Molico/Osasco tem que sacar bem e se divertir em quadra para ser campeão Mundial

Foto: FIVB

Luizomar ao lado do técnico do Volero Zurich

O Molico/Osasco entra em quadra neste domingo, às 11h30 (horário de Brasília), na busca do bicampeonato do Campeonato Mundial de Clubes. A equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura terá pela frente na decisão o Dínamo Kazan, da Rússia, e a partida será disputada na Arena Saalsporthalle, em Zurique, na Suíça. Esse será o último jogo do Molico na temporada 2013/14 e o treinador quer coroar a boa campanha com o terceiro título, já que o clube foi campeão Paulista em 2013 e da Copa Brasil 2014. De olho no título Mundial, Luizomar acredita que o fundamento saque será importante, mas, ao mesmo tempo, pensa que se suas atletas se divertirem em quadra o caminho na busca pelo troféu será mais fácil de ser percorrido.

“Para vencermos essa final o saque tem um papel fundamental. O Dínamo é um time que nos momentos mais complicados usa muito a Gamova como bola de segurança, portanto, nosso objetivo será dificultar a vida da levantadora para que essa bola não chegue em condições para a Gamova fazer a diferença. Lógico que o adversário tem outras grandes jogadoras, como a Larson, a Del Core, e as centrais também estão fazendo um grande campeonato, porém, a Gamova é a jogadora mais acionada e temos que marcá-la com eficiência. Para que consigamos nosso objetivo o mais importante é sacar bem e se divertir em quadra. O nosso time tem que jogar alegre como foi na semifinal e a partir do terceiro set do próprio jogo contra o Dínamo. Esse espírito foi a marca registrada da nossa equipe durante toda a temporada e neste último vou pedir para as meninas se divertirem. Elas estão cientes da responsabilidade que é vencer esse título Mundial. O Molico/Osasco perdeu poucos jogos durante a temporada e é merecedor de fazer um grande jogo nessa final”, disse o treinador.

Somando todos os jogos do MOLICO na temporada 2013/14, a equipe entrou em quadra 51 vezes e saiu vitoriosa em 44 oportunidades, perdendo apenas sete jogos. Na semifinal deste Mundial, as osasquenses despacharam o Volero Zurich, da Suíça, por 3 sets a 1. Campeão em 2012, o Osasco pode fazer história no torneio e se sagrar o primeiro bicampeão. Sadia Esporte Club Sao Paulo-BRA (1991), Messaggero Ravenna-ITA (1992), Leite Moça-BRA (1994), Fenerbahçe-TUR (2010), Rabita Baku-AZE (2011), Sollys Nestlé Osasco-BRA (2012) e VakifBank-TUR (2013) são os campeões mundiais de clubes. Sheilla, Adenízia, Thaisa, Fabíola, Camila Brait e Gabi são remanescentes do título de 2012 e podem conquistar o bicampeonato juntamente com o clube. Além do título de 2012, a parceria Osasco e Nestlé soma a medalha de prata em 2010 e o bronze em 2011.   




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x