Search
Tuesday 22 September 2020
  • :
  • :

Pinheiros vence Sesi e segue invicto no Paulista

Foto: Luis Ventura/Melhor do Vôlei

Em mais uma partida emocionante e de cinco sets, o Pinheiros manteve a sua invencibilidade ao passar pelo Sesi-SP na Vila Leopoldina, nesta quinta-feira (07/11) por 3 a 2, parciais de 11-21, 21-18, 11-21, 22-20 e 15-12.

Antes de a bola subir, os dois times trouxeram novidades. No Sesi-SP, após longo tempo se recuperando de contusão, Bia foi relacionada pelo técnico Talmo de Oliveira, ocupando a vaga de titular de Fabiana, na seleção. No Pinheiros, Wagão escalou Macris e Glauciele nos lugares de Ellen e Ananda. Segundo o treinador do Pinheiros, as mudanças foram por opções táticas.

Com dificuldades, o Pinheiros viu o Sesi abrir boa vantagem no começo da partida, fazendo 10 a 4, com cinco pontos ganhos em erros do próprio time.

Nem mesmo a troca de Andreia por Aline ajudou o Pinheiros, que seguiu cometendo erros e facilitou a vida do rival. No fim do primeiro set, sem dificuldade o Sesi-SP venceu por 21-11, com um total de 8 erros do time de Wagão.

Com Ellen em quadra no segundo set, o Pinheiros recomeçou o jogo melhor, abrindo 4 a 0 e obrigando Talmo a pedir tempo. Na volta da pausa, o time azul ainda abriu mais um ponto antes de sofrer o primeiro. No primeiro tempo, o placar era de 7 a 1.

Com a entrada de Sara e Neneca na inversão, o Sesi-SP tentou reverter o placar. A Mudança fez a diferença cair para quatro pontos. Na volta de Carol e Ivna, o ritmo continuou forte e com o bloqueio ajustado, o Pinheiros viu o placar chegar a 10-8. Somente após o placar chegar em 10-9 que o time voltou a pontuar.

Após tirar a “nhaca”, com três pontos seguidos, o Pinheiros se restabeleceu no set e voltou a jogar bem, mas o Sesi novamente foi buscar em empatou no 15º ponto. No fim das contas, com um ponto de Ellen, as visitantes venceram o set por 21-18.

O quarto set começou com o time da casa melhor e logo abriu vantagem, devido a novos erros do Pinheiros. Para corrigi-los, Wagão trocou Macris por Ananda. A primeira pausa teve o placar de 7-2 para o Sesi.

Mas a vantagem lá do início acabou sendo decisiva e o Sesi venceu por 21-11.

Para o quarto set, Wagão novamente veio com outra formação, desta vez a que o Pinheiros mais utilizou na temporada, com Ananda e Ellen de titulares.

Equilibrado, o Sesi se manteve sempre a frente no set, mesmo com uma vantagem pequena no placar. Após o segundo tempo técnico, o Pinheiros se desconcentrou o suficiente para que o Sesi abrisse que parecia ser derradeira. Após ter um match point, com 20-18, foi a vez do Sesi se desconcentrar e permitir a virada do Pinheiros, que fechou em 22-20.

No set final, com a adrenalina a mil por parte dos dois times, o jogo começou equilibrado, mas pouco depois o Sesi já tinha 7-4 no placar. Wagão então promoveu a inversão com as entradas de Macris e Glauciele.

A mudança surtiu efeito e o Pinheiros empatou em 9 a 9 e logo em seguida virou para 10 a 9, obrigando o Sesi a queimar seu segundo tempo no set.

E finalmente, em mais um final emocionante, o Pinheiros manteve sua invencibilidade vencendo por 15 a 12 em um bloqueio de Vivian.

Após a partida, Ellen valorizou o esforço do time no jogo que ela viu como “estranho”. “Foi um jogo muito arrastado e conseguimos reverter essa situação estranha e vencemos. O mérito é da comissão por tirar o máximo de nós e o time está unido. Essa é uma chave para a gente conquistar as vitórias”.

No Sesi, ao ser perguntada porque o time, com o jogo na mão no quarto set, mostrou instabilidade, Carol não soube explicar o porque. “Não sei explicar porque o time anda instável. Faltava pouco, tomamos dois pontos e não conseguimos buscar. A falta de entrosamento não é desculpa. Estamos numa pegada grande, queríamos ter vencido no quarto set, mas elas ganharam confiança e agora é trabalhar para conseguir a classificação contra São Caetano”, disse Carol Albuquerque à TV ao fim do jogo.

Com o resultado, o Pinheiros segue com a classificação bem encaminhada. Com 10 pontos, o time está a uma vitória da classificação matemática e, caso vença todas as partidas até o fim, garante o primeiro lugar geral e a vantagem de jogar em casa.

Já o Sesi, está quase lá. Agora com 12 pontos, o time só pode ser alcançado pelo São Caetano dentre as equipes fora da zona de classificação. Como o máximo que o time do ABC pode atingir é 13 pontos, apenas mais dois sets no último jogo da primeira fase  já garante a classificação ao time da indústria.

Sesi-SP e São Caetano jogam no dia 19/11 às 20 horas no ABC. Já o Pinheiros segue a maratona e domingo, dia 10/11, recebe a Uniara às 17 horas para se garantir na semi.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x