Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Pinheiros vira diante do Vôlei Amil e permanece invicto na Superliga

Fotos: Luis Ventura/Melhor do Vôlei

No duelo dos invictos na Superliga e jogando em casa pela quarta rodada da Superliga, nesta segunda-feira (28/10), o Pinheiros foi de derrotado pelo Vôlei Amil a protagonista de uma grande virada por 3 a 2, parciais de 21-16, 21-12, 17-21, 24-22 e 15-11.

O jogo foi repleto de rallys, lances duvidosos, reclamações e, claro, vôlei de primeira qualidade. O time de Campinas começou melhor e dominou as ações nos dois primeiros sets. No primeiro, foi eficiente no bloqueio, e no segundo errou pouco e foi bem no ataque.

Para o terceiro set, Wagão mudou seu time, trocando a levantadora e a oposta. Assim o jogo começou a fluir. Com dificuldade no passe, o Pinheiros passou a acertar esse fundamento e ainda viu Vivian, Ellen, Lara e em especial Samara começarem a brilhar.

A ponteira, camisa quatro do Pinheiros, começou a bloquear Natália e Tandara, além de rodar bolas importantes. Com 10 dos 14 pontos no jogo feitos nos últimos três set, Samara comandou a virada do time do Pinheiros.

Do lado de fora, Zé Roberto e Wagão faziam o que podiam para suas equipes. Houve um momento que a pressão na arbitragem foi tanta que ambos receberam o cartão amarelo. O Vôlei Amil quase ganhou o jogo por causa de cartão. No quarto set, quando estava 20-19 para o Vôlei Amil, Wagão pediu tempo atrasado. Além do juíz não atender, adverteu o time do Pinheiros com o sinal de punhos cruzados segurando o cartão amarelo. A advertência não rendeu ponto, o Vôlei Amil não cobrou e o jogo seguiu até a vitória do Pinheiros.

Kristin, que fez um bom primeiro e segundo set anotando 7 pontos, fez apenas dois no terceiro e passou a errar ataques e também ficar em bloqueios. Com Natália mais focada no passe do que no ataque, coube a Tandara ser a principal pontuadora do time e também do jogo, com 24 acertos.

Com a torcida apoiando, o Pinheiros cresceu e no tie-break se manteve sempre a frente até fechar. Samara ficou com o VivaVôlei.

Para o técnico José Roberto Guimarães, os erros acabaram desestabilizando a equipe no fim. “Estava tudo bem no primeiro e segundo sets, principalmente na defesa. No terceiro, nos desmobilizamos e depois, no quarto, apesar de abrirmos vantagem, cometemos muitos erros. Esse foi o problema, o grande número de erros”, salientou o treinador, que completou. “Mas isso faz parte. Nosso time se juntou agora, enquanto o Pinheiros tem uma base montada, que joga junto a mais tempo. Temos muita margem para melhorar ainda”, completou.

No Pinheiros, Wagão mais uma vez elogiou a disciplina tática de seu time. “Nós fomos surpreendidos nos primeiros set, mas conseguimos nos arrumar dentro do jogo. O equilíbrio emocional e a disciplina tática fez a gente voltar para a partida e tivemos a paciência em saber explorar as falhas da Amil. As meninas estão de parabéns.”

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x