Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Polônia vira e Itália massacra

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

A noite de domingo complicou a vida dos campeões olímpicos e a manhã de segunda-feira tirou os norte-americanos da liderança. A nona rodada da Copa do Mundo de Vôlei estava recheada de clássicos e cumpriu a promessa de ser das mais interessantes.

 

Na abertura da rodada, os italianos não tomaram conhecimento dos russos e venceram por 3 sets a 0 (25-15, 26-24, 25-18). O saque da Azzurra se impôs, com seis pontos diretos contra nenhum da Rússia, mas o show mesmo foi de Ivan Zaytsev.

 

“Nosso maior desafio era transformar o desejo de vencer o jogo em realidade. Jogamos uma grande partida contra uma grande equipe”, disse o oposto italiano. “Mantivemos a pressão sobre a Rússia e essa foi a chave”, afirmou.

 

Zaytsev marcou 20 pontos na partida, sendo 13 no ataque, quatro no saque e três no bloqueio. Os ponteiros italianos, Filippo Lanza e Osmany Juantorena, também tiveram uma boa jornada: o ítalo-cubano marcou dez pontos e Lanza teve 50% de aproveitamento nas cortadas.

 

A Rússia, que mantém Maxim Mikhaylov no passe e Dmitry Muserskiy na saída de rede, teve problemas na recepção e no saque, mudou de levantador mais de uma vez e ainda viu Mikhaylov falhar numa bola crucial. Com o segundo set empatado em 24 a 24, o bloqueio amorteceu um ataque de Juantorena, mas o agora ponteiro não alcançou uma bola relativamente fácil no fundo da quadra.

 

Agora, a Itália está na terceira posição, mas empatada com a vice-líder, a Seleção Norte-Americana. A diferença entre as seleções, que perderam cinco sets no torneio, é que os americanos venceram 25 sets e os italianos, 24.

 

No choque entre os ponteiros da tabela, a Polônia tirou a invencibilidade dos EUA com uma vitória por 3 sets a 1 (17-25, 25-19, 25-23, 25-15). O ponteiro Kubiak e o oposto Kurek, respectivamente, com 17 e 14 anotações, foram os maiores pontuadores do confronto. Pelo lado dos EUA, Anderson e Aaron Russell marcaram 12 pontos cada um. A diferença flagrante na partida foi o saque polonês, com 9 aces a 3, sendo quatro de Kubiak e quatro do central Bieniek.

 

A Polônia lidera como único time invicto no torneio. Se vencer na terça-feira o Japão, e os EUA ou a Itália perder, os campeões mundiais garante vaga antecipada nas Olimpíadas do Rio-2016. E se esses dois rivais perderem, até o troféu da Copa do Mundo já estará assegurado.

 

Veja os demais resultados da nona rodada da Copa do Mundo:

 

Austrália 3-0 Irã (27-25, 27-25, 25-22)
Argentina 3-0 Japão (26-24, 25-22, 25-21)
Canadá 3-0 Venezuela (25-18, 25-22, 25-23)
Egito 3-2 Tunísia (23-25, 25-21, 23-25, 25-17 15-11)




Subscribe
Auto Notificar:
guest
1 Comentário
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
muciolo

Assisti os dois primeiros sets de Itália e Rússia. Partidas de altíssimo nível. O Brasil vai ter que ralar muito se quiser chegar ao pódio na Rio-2016. E como perguntar não ofende, o que a CBV está esperando para naturalizar o cubano Leal? Acho que estão perdendo muito tempo. Vejam a Itália. O cubano del lá tá virando todas as bolas. Acorda Bernardinho!

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x