Search
Friday 25 September 2020
  • :
  • :

Praia mantém invencibilidade e passa pelo Fluminense

Mineiras seguem com 100% de aproveitamento na Superliga. (Foto: Divulgação/Praia Clube)

Por Júnior Barbosa

Jogando em casa, o Dentil/Praia Clube segue imbatível na superliga. Nesta quinta-feira (2), as mineiras venceram o Fluminense por 3 sets a 0 (25/17, 25/15 e 25/20). A oposto norte-americana Nicole Fawcett foi o grande destaque, com 13 pontos. Já o Praia chegou aos 15 pontos em 5 jogos. Fê Garay marcou 9 e ficou com o troféu Viva Vôlei.

Pelo lado tricolor, Arianne e Michelle Pavão marcaram 7 pontos cada. O Praia clube volta a jogar no dia 10 contra o Vôlei Bauru. Já o Fluminense receberá o Vôlei Nestlé no dia 7, no Rio de Janeiro.

Com o resultado, o grupo comandado pelo técnico Paulo Cocco continua na liderança da tabela, sem perder nenhum set. Para o técnico praiano, as vitórias são importantes, mas não significa que o time está no padrão ideal. “A vitória e os três pontos da partida de hoje foram importantes, mas a quantidade de erros de saque que tivemos foi inaceitável. O time, com exceção desse fundamento, errou muito pouco. Tivemos 18 erros, onde 14 foram de saque. Então, se diminuíssemos um pouco essa quantidade, talvez o jogo teria fluído de uma maneira melhor para nosso lado. Nossa intenção é que todos melhorem. A evolução do time é grande e nosso volume de jogo já melhorou. Digo que temos um potencial grande de bloqueio, mas que ainda pode evoluir, assim como nosso saque. Então, ainda não estamos com consistência. O que precisamos para a equipe atingir o mais alto nível é manter todos os fundamentos equilibrados. A evolução é grande, mas ainda temos um caminho gigante a percorrer”, comentou.

Já Fernanda Garay falou sobre a evolução da equipe na Superliga. “Acredito que temos cumprido com os objetivos traçados. Viemos de bons resultados, não perdemos nenhum set, o que significa que estamos no caminho certo. Mas é só, pois tudo o que fizemos até hoje não importa para os próximos jogos. A cada adversário aumenta a dificuldade, o material para estudo fica maior, as equipes vão se preparando cada vez mais, da mesma forma precisamos estar preparadas para as dificuldades que iremos encontrar. Fica claro a nossa evolução, principalmente no nosso sistema tático. Mas hoje pecamos na quantidade de erros de saque, por exemplo. Então, sabemos que a evolução é a cada partida”, disse.

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
9 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Henrique

Não adianta nada, pega o Rio de Janeiro, olham para o Bernardinho na beira da quadra, escutam seus gritos e TREMEM NA BASE, PSICOLÓGICO ABALA FÁCIL é assim todo ano, seja Osasco, Praia ou Minas. Superliga tem graça só até as semiifinais, a final a gente já sabe o enredo.

Gh2211

Verdade, temem o rio de janeiro

Euxinha brizola

Vdd eles tremem de medo do carequinha louco kkkkkkk vai wue eh psicopata e tira um facao da bolsa kkkkkk
O barueri quase venceu o rj com erika sem conseguir saltar sem a levantadora titular imagina com thaisa skowronska jaque suele naiane edinara. Acorda alice no pais das maravilhas o rj nem chega na semi

Lulaby

Semi final sera Minas , Praia , Barueri e Osasco

Brazil Oz

O Praia está bom até momento pois pegaram time mediana, quero vê-lo quando encontrar time elites( Nestlé, Sesc, Barueri) ai saberei se é esse time bicho papão que o povo relata.

manu

A garay sozinha passa melhor que toda a equipe do fluminense que e um dos meus times favoritos nesta s.l,mas esta decepcionando !

Vôlei Fascista

O Fluminense é muito fubá!!!

Júlio Santiago

Então dá pra fazer um bolo de fubá bem gostoso.

Edesio

Vôlei Nestlé???

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x