Search
Saturday 28 November 2020
  • :
  • :

Primeiro título da dupla Emanuel/Pedro Solberg sai em Natal

Foto: Paulo Frank/CBV

E no jogo aguardado por todos, a vitória e o título foram de Emanuel e Pedro Solberg (PR/RJ). Pela primeira vez jogando contra seus ex-parceiros, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF), eles se agigantaram na decisão e sagraram-se campeões da etapa de Natal (RN) do Circuito Banco do Brasil Open 2013/2014. E a primeira conquista da nova dupla foi também a de número 151 na carreira do multicampeão Emanuel, que já tinha entrado para a história como o maior vencedor do vôlei de praia mundial.

Em São Luís (MA), na etapa de estreia das duas parcerias, havia toda a expectativa em torno do duelo entre eles, que acabou não acontecendo. E logo na segunda etapa juntos, em Natal (RN), o destino os colocou frente a frente justamente na final. A torcida se manteve dividida, apesar de Bruno Schmidt ser sobrinho de um dos filhos mais ilustres da Terra do Sol: Oscar Schmidt, maior jogador já produzido pelo basquete brasileiro. Quando o jogo começou, era difícil fazer qualquer tipo de prognóstico.

Aos poucos, porém, Emanuel e Pedro Solberg passaram a ditar um ritmo mais forte e tomaram as rédeas da partida. Conseguiram abrir uma diferença de três pontos e a mantiveram até o fim do primeiro set, finalizado com um 21-18. A mesma vantagem foi conquistada por eles no segundo set, mas Alison e Bruno Schmidt chegaram a virar. Mas o dia era mesmo do paranaense e do carioca, que, num contra-ataque de Emanuel, fecharam o set e o jogo com apertados 24-22. O primeiro de muitos títulos?

“Espero, realmente, que seja o primeiro de muitos. Posso dizer que é um dos mais importantes da minha carreira, pois tem um significado muito especial. Nunca imaginei jogar ao lado do Emanuel, um cara que eu via jogar quando eu ainda era criancinha. Devia ter uns 7 anos. Aprendo demais a cada dia com ele. Estou muito feliz. Mas, agora, já temos que pensar na próxima etapa. É apenas o início de um grande trabalho”, disse Pedro, já projetando a etapa de João Pessoa (PB), de 21 a 23 de fevereiro.

Emanuel fez uma análise sobre o significado da partida para os quatro atletas. Ele não esconde que o jogo tinha um teor de dramaticidade a mais, por ter criado uma expectativa nas pessoas, mas que, no momento em que estão dentro de quadra, nada disso conta. Não para eles, profissionais do mais alto gabarito e acostumados a viver sob pressão num esporte de alto rendimento.

“Existe um respeito muito grande entre a gente por sermos muito profissionais. É claro que, atrelado a isso, está o lado emocional de cada um. Gosto muito do Alison, que é um amigo que fiz, torço para que a dupla com o Bruno dê certo, mas agora passamos a ser adversários. Esse título foi muito mais importante pelo jeito como jogamos, a naturalidade com que eu e Pedro nos portamos nessas partidas aqui em Natal. E sentir o calor e a animação dessa torcida o tempo todo é sempre especial”, declarou.

Na disputa pelo terceiro lugar, o baiano Ricardo e o cearense Márcio derrotaram a surpresa Bernat/Ferramenta (RJ) por 2 a 0, parciais de 21-19 e 21-13, completaram o pódio e abriram ainda mais na liderança da temporada 2013/2014, colocando praticamente as duas mãos no título. Agora, eles somam 2.280 pontos, contra 1.800 de Bruno/Hevaldo (AM/CE) e 1.680 de Evandro/Vitor Felipe (RJ/PB).




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x