Search
Thursday 1 October 2020
  • :
  • :

Que venham os “Hermanos”! Brasil vence a Alemanha

Foto: Divulgação

Giba vibra contra a Alemanha –

O Brasil saiu de quadra com a vitória no quinto e último jogo da fase classificatória dos Jogos Olímpicos de Londres. Nesta segunda-feira(06.08), a equipe verde e amarela derrotou a Alemanha por 3 sets a 0, parciais de 25-21, 25-22 e 25-19, em 1h25, no Earls Court. Com essa vitória, o Brasil encerra a primeira fase com quatro vitórias, sobre Tunísia, Rússia, Sérvia e Alemanha, e apenas uma derrota, para os Estados Unidos.

 

Assim, a equipe comandada pelo técnico Bernardinho se classifica com a segunda colocação do Grupo B. Nas quartas de final, que serão realizadas na próxima quarta-feira (08.08), o Brasil enfrentará a Argentina no primeiro jogo do dia, às 10h. Na sequência, às 12h, jogarão Itália x Estados Unidos. Às 15h30, Polônia e Rússia entrarão em quadra. E, encerrando o dia, às 17h30, jogarão Bulgária e Alemanha.

 

Na partida desta segunda-feira, o central Lucão foi o maior pontuador do Brasil, com 10 acertos. A boa performance, segundo o jogador, é fruto de mito treino, além de conversas com o levantador Bruno. “Tenho conversado bastante com o Bruno para acelerar a bola e hoje isso saiu bem. Tivemos um percentual de passe muito bom e isso sempre ajuda o nosso trabalho”, explicou Lucão, que acredita em bons jogos do Brasil na próxima fase.

 

“A camisa brasileira sempre pesou bastante na hora decisiva e espero que a possamos fazer bons jogos daqui para frente. Temos que ganhar todas a partir de agora para levarmos essa medalha de ouro”, afirmou Lucão.

 

Logo após a partida, o técnico Bernardinho fez questão de elogiar os jogadores que entraram em quadra nesta segunda-feira, quando a seleção contou com os 12 jogadores do grupo.  “Tivemos alguns problemas físicos. O Murilo sentiu a perna e o Sidão, o tendão. É um desgaste natural. Coloquei o Giba para pegar um bom ritmo e entrou bem. Assim como o Ricardo, o Wallace, que tem entrado sempre muito bem, e o Rodrigão. Hoje o Thiago mostrou que é capaz de ajudar e muito também”, afirmou Bernardinho.

 

O treinador do Brasil ainda falou sobre a situação em que o Brasil chega para a próxima fase. “Mostramos bons momentos, mas ainda com altos e baixos. A partir de agora o Brasil chega em melhores condições, mas ainda não na ideal. Mas chegamos bem. É importante que todos têm feito muito bem o seu papel”, destacou Bernardinho.

 

O experiente líbero Serginho, campeão em Atenas/2004 e prata em Pequim/2008, sabe da importância das boas atuações a partir do próximo jogo. “Agora zerou tudo. A responsabilidade existe para todas as equipes existe e o peso é muito grande. Temos que passar por cima de qualquer adversário. Olimpíada tem um peso gigante e nós estamos acostumados a lidar com isso”, declarou Serginho.

 

O jogo

 

O Brasil começou cometendo erros e, com isso, a Alemanha fez 3/2 no início do jogo. Com Leandro Vissotto, a seleção brasileira virou em 4/3. O set seguiu disputado ponto a ponto. No ataque de Sidão, o Brasil fez 8/7. Vissotto atacou na saída de rede e o time verde e amarelo abriu dois pontos: 12/10. No ponto de ataque de Murilo, a equipe brasileira fez 16/14. Com ace de Dante, o Brasil chegou a 20/18. Depois de um belo rally, com grandes defesas dos jogadores brasileiros, a equipe de Bernardinho fez 23/19. E, com Sidão, o Brasil fechou o set em 25/21.

 

A segunda parcial também começou equilibrada. As seleções empataram em 3/3 e, com Sidão, o Brasil assumiu o comando do placar. Depois de um erro da equipe verde e amarela, a Alemanha passou à frente em 7/6. Quando o Brasil perdia por 14/12, Giba entrou em quadra no lugar de Murilo. O adversário ainda abriu três pontos em 16/13. Com Vissotto, o Brasil empatou em 16 pontos. Ricardinho entrou no saque e, no ace, o Brasil reduziu a diferença para 21/22. Na jogada seguinte, o bloqueio de Dante deixou duto igual. E, com Wallace, o Brasil virou o placar (23/22). No final, reação da seleção brasileira e vitória por 25/22.

 

Bernardinho optou por começar o terceiro set com Giba, Rodrigão, Wallace e Thiago Alves. Os brasileiros começaram melhor e fizeram 5/3. O ponteiro Thiago Alves começou bem, pontuando no ataque e no saque, e o Brasil fez 7/5. O time verde e amarelo abriu cinco pontos de vantagem em 13/8 e, no bloqueio de Giba, aumentou para nove em 20/11. Com ataque de Lucão, o Brasil fechou em 25/19.

 

Brasil – Bruno, Leandro Vissotto, Sidão, Lucão, Murilo e Dante. Líbero – Serginho. Técnico – Bernardinho. Entraram: Wallace, Ricardinho, Rodrigão e Thiago Alves

 

Alemanha – Schwarz, Tischer, Andrae, Böhme, Schöps e Dünnes. Líbero – Steuerwald. Técnico – Vital Heynen. Entraram: Kampa e Günthör




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x