Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Régis e Gabi são coringas para a decisão

Crédito: Divulgação/CBV

Crédito: Divulgação/CBV

 

As ponteiras Régis, do Rexona-Ades (RJ), e Gabi, do Molico/Nestlé (SP), não começaram a temporada da Superliga Feminina de Vôlei 14/15 como titulares, mas ganharam vagas nas equipes principais e se tornaram determinantes nas campanhas dos seus times até a decisão. A equipe carioca enfrentará o time de Osasco (SP) às 10h15 deste domingo (26/04), na Arena da Barra, no Rio de Janeiro (RJ). A TV Globo, a Rede TV e o SporTV transmitirão ao vivo.

 

Pelo lado do Rexona-Ades, a ponteira Régis pode ser considerada um talismã. Com a possibilidade de jogar como oposto e ponteira, a atacante se prepara para disputar sua 11ª final consecutiva pelo grupo do Rio de Janeiro e tem sete títulos no currículo. Régis ainda é a jogadora que mais atuou pela equipe carioca na Superliga, com 291 jogos, e a que mais marcou pontos pelo Rexona-Ades na competição, com 2.038 acertos. A atacante garante estar muito motivada para disputar mais um jogo decisivo.

 

“Estou muito feliz. Essa temporada tem sido positiva e espero continuar ajudando o grupo. É minha 11ª final consecutiva e quero conquistar esse título. Fizemos uma boa temporada e crescemos no decorrer da fase final. Não conhecemos a Arena da Barra e o Molico/Nestlé é um adversário difícil, mas estamos bem preparadas”, afirmou Régis.

 

Sobre a possibilidade de jogar tanto como oposto e ponteira, Régis acredita que o principal é ajudar o grupo. “Não tenho preferência. Quero estar disponível para o time e isso depende do treinamento”, disse Régis, que tem um carinho especial sobre a final da temporada de 06/07, quando o Rexona-Ades ficou com o título.

 

“Aquela final contra Osasco foi muito marcante. Ainda era melhor de cinco partidas e vencemos no quinto jogo, no Caio Martins, em Niterói. Naquele dia marquei 30 pontos e foi muito especial”, recordou Régis.

 

No Molico/Nestlé, a ponteira Gabi tem na lembrança um momento recente, a série semifinal deste ano da Superliga, contra o Sesi-SP.

 

“O momento mais marcante até agora na Superliga é um bem próximo. As duas partidas pela semifinal que fizemos, contra o Sesi-SP, foram especiais porque tivemos uma temporada que enfrentamos alguns momentos difíceis e ter chegado na final foi muito importante. Além disso, estive jogando de forma mais efetiva e, individualmente, foi uma alegria muito grande”, disse Gabi.

 

Sobre a temporada do Molico/Nestlé e o fato de ter conquistado a vaga no time titular durante a competição, Gabi garante que o mais importante é a evolução do time.

 

“Durante a temporada, o Luizomar usou todas as formações possíveis e sempre estive pré-disposta a ajudar o time, independentemente de começar jogando ou não. Quem estiver do lado de fora tem que estar preparado para entrar. Eu sempre tive esse pensamento e sempre vou ser assim. O mais importante é tentar ajudar o meu time de alguma maneira”, finalizou Gabi.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x