Search
Thursday 9 July 2020
  • :
  • :

Rexona-Sesc inicia busca por mais um título e pela vaga para o Mundial de Clubes

Crédito: Hérica Suzuki

 

Líder isolado da Superliga, o Rexona-Sesc dará uma pausa na competição nacional para ir em busca do tetracampeonato do Sul-Americano de clubes. A equipe carioca viajou na manhã desta segunda-feira (13/02) para Uberaba-MG, onde será disputada a primeira fase do torneio, e já estreia nesta terça (14/02), diante do Boca Juniors, da Argentina, às 19h30, no Centro Olímpico de Uberaba.

 

Sem possuir muitas informações sobre o adversário, a meio de rede Carol espera um Rexona-Sesc concentrado para se adaptar rapidamente ao estilo de jogo argentino.

 

“A gente está muito feliz em disputar mais um Sul-Americano. É um torneio que já faz parte do calendário e é de grande importância, pois dará ao campeão uma vaga no Mundial. Que bom que será em Minas Gerais, assim poupamos grandes viagens e problemas de adaptação. É um torneio curto, mas perigoso. São equipes que a gente não tem muitas informações e que entram em quadra como franco atiradores. Precisamos ter muita cautela e entrar em quadra muito concentradas para nos adaptarmos o mais rápido possível. Vamos pensar em cada jogo, dando um passo de cada vez, para quem sabe chegar em uma decisão. Então o primeiro passo é conquistar uma vitória contra o Boca Juniors, e depois já contaremos com mais informações sobre os adversários”, analisou Carol.

 

No grupo B do Sul-Americano, o Rexona-Sesc ainda terá pela frente o San Martin, do Peru, na próxima quinta-feira (16/02), também às 19h30, no Centro Olímpico de Uberaba. No outro grupo da competição, que será disputado em Uberlândia-MG estão o Praia Clube/Uberlândia, Villa Dora, da Argentina, e Olympic, da Bolívia.

 

Os dois primeiros de cada grupo avançam para as semifinais, que serão disputadas no dia 17, sexta-feira, em Uberaba. A decisão será no sábado (18/02), às 20h, em Uberlândia. O campeão sul-americano garante uma vaga no Mundial de Clubes, que será disputado de 8 a 14 de maio, em Kobe, no Japão.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
1 Comentário
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
L.MESQUITA
L.MESQUITA
14/02/2017 16:19

O PRAIA tem no papel um elenco mais forte e individualmente jogadoras mais experientes e mais rodadas que as do REXONA. O investimento do PRAIA é para ser CAMPEÃO e não VICE. Apesar de ser HEXA-CAMPEÃO MINEIRO consecutivo em cima do CAMPONESA-MINAS, o PRAIA acumula TRÊS VICE-CAMPEONATOS seguidos perante o REXONA em 2016: Superliga,Copa Brasil e Supercopa. Ou seja, em finais, o MINAS é freguês do PRAIA e o PRAIA é freguês do REXONA. Se o PRAIA tivesse a mesma garra, CONCENTRAÇÃO e determinação que tem em finais contra o MINAS, também contra o REXONA talvez esse histórico pudesse mudar.… Ler mais »

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x