Search
Wednesday 27 January 2021
  • :
  • :

Ricardo e Emanuel ficam com a prata no Grand Slam de Barueri

Foto: Divulgação/CBV.

Ricardo e Emanuel lutaram e contaram com a força do público, mas acabaram parando na ‘muralha’ de 2,12m chamada Varenhorst. Os brasileiros foram derrotados pelos holandeses Varenhorst e Nummerdor na final do Grand Slam de Barueri por 2 sets a 0 (21/17, 21/13), em 33 minutos, na manhã deste domingo (28.09). Foi a primeira etapa de Circuito Mundial da dupla brasileira desde a retomada da parceria, em agosto.

Na disputa de bronze, que ocorreu no último sábado (28.09), os poloneses Losiak e Kantor, eliminados por Ricardo e Emanuel, venceram os canadenses Binstock/Schachter por 2 sets a 1 (21/19, 18/21, 15/12), em 52 minutos, completando o pódio da etapa.

Com a vitória, Varenhorst e Nummerdor somam 800 pontos no ranking geral da temporada, além de levarem um prêmio de 57 mil dólares. Os brasileiros recebem 720 pontos no ranking e uma premiação de 43 mil dólares pelo vice-campeonato. Esta é a oitava medalha de duplas brasileiras masculinas na atual temporada do Circuito Mundial.

O primeiro set começou com muito equilíbrio, com brasileiros e holandeses mantendo a virada de bola. Em ponto de saque de Ricardo, os medalhistas olímpicos chegaram a abrir 6 a 3. Um erro de ataque e um bloqueio de Varenhorst deixaram tudo igual em, e na sequência os holandeses viraram o placar. Os times foram mantendo a virada de bola, com a diferença de dois pontos para os holandeses. Eles ainda ampliaram e fecharam em 21/17 após erro de ataque de Ricardo.

Os holandeses mantiveram o panorama de controle da partida no segundo set e logo abriram 5 a 2 no placar. Forçando o saque e dominando a rede, Varenhorst/Nummerdor dificultavam a vida dos brasileiros. Em paredão, Ricardo reduziu a diferença para um ponto, mas os holandeses retomaram o controle e fizeram 10 a 6 em ataque de Nummerdor. Em outro ponto de Varenhorst, explorando o bloqueio, os holandeses fizeram 15 a 9. Administrando a vantagem, os holandeses encaminharam o fim do jogo com Varenhorst, que fez um ponto de bloqueio e outro de ataque, para encerrar em 21/12.

“Hoje enfrentamos um time com um ‘gigante’ do outro lado, eles jogaram muito bem, souberam explorar o ponto forte da equipe deles. Nós tivemos dificuldades na virada de bola e não conseguimos colocar nosso ritmo. Acontece. A experiência hoje acabou não ajudando tanto, porque mudamos nossa estratégia de jogo e não funcionou. Queríamos vencer, mas sabemos que estamos crescendo passo a passo, que a evolução será gradativa”, disse Emanuel.

“Eles foram melhores, tentamos variar o saque, buscar alternativas, mas era o dia deles. Gostaríamos de vencer, mas estamos felizes por chegarmos ao terceiro jogo de final em três torneios”, completou Ricardo.

Ricardo e Emanuel conquistaram cinco títulos consecutivos do Circuito Mundial, de 2003 a 2008. Os medalhistas olímpicos, que retomaram a parceria em agosto, com o título da etapa de estreia do Circuito Banco do Brasil, voltaram a jogar uma etapa internacional após cinco anos. O último evento da dupla tinha sido em 2009, quando terminaram em 17º no Grand Slam de Klagenfurt (Áustria).

O Brasil foi representado por mais cinco equipes masculinas no torneio realizado em Barueri. Fábio Luiz/Márcio e Pedro Solberg/Álvaro Filho foram eliminados na fase de grupos. Já Allison Francioni e Guto caíram na repescagem, enquanto Evandro e Vitor Felipe e Alison/Bruno Schmidt perderam nas oitavas de final do torneio.

Após o Grand Slam realizado em Barueri (SP), o último do ano, o Circuito Mundial terá ainda outras cinco etapas do Open: China, Argentina, Qatar (apenas torneio masculino), Índia e África do Sul.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x