Search
Friday 18 September 2020
  • :
  • :

Rio do Sul/Equibrasil conquista o tetra catarinense de forma invicta

Foto: Clóvis Eduardo Coco/Rio do Sul

O Rio do Sul/Equibrasil sagrou-se tetracampeão catarinense na noite desta sexta-feira (08/110 ao vencer por 3 sets a 0 (25-16, 25-17 e 26-24) o time TIM/Nova Trento, fechando a participação no campeonato estadual de forma invicta e sem ter perdido nenhum set ao longo da competição.

Jogadoras e comissão técnica festejaram muito a conquista do título que veio em um momento importante no clube, que participa também da Superliga Feminina. A vitória dá ainda mais confiança ao time comandado por Rogério Portela para representar Santa Catarina e a região Sul na competição nacional. “É a vitória de um time que valoriza o treinamento e o esforço dia a dia”, comemora o técnico Rogério Portela.

Apesar de vencer o campeonato estadual de forma invicta, a campanha de Rio do Sul foi de muitos momentos de apreensão, principalmente com contusões de jogadoras da posição de central. Camila Paracatu e Edna estão afastadas por lesão no joelho e Paula Barros esteve impossibilitada de disputar a final por orientação médica após uma cirurgia nesta semana.

A solução encontrada por Rogério Portela foi o improviso da oposta Fê Melo na posição de central, além de Carla, inscrita apenas para a final do catarinense.

Rogério Portela comemora o tetracampeonato por Rio do Sul e a sétima conquista como treinador em Santa Catarina, já sendo duas vezes o vencedor por Brusque e outra por Pomerode.

Mas mesmo assim, ele garantiu ter uma sensação muito especial ao receber a medalha dourada pela sétima vez consecutiva. “Vale a pena pelo esforço de todo mundo, das meninas, da comissão técnica, de dirigentes, patrocinadores e da torcida. Foi um campeonato que começou a moldar o nosso estilo de jogo na Superliga, onde fomos treinando dia a dia para melhorarmos. As meninas estão de parabéns por isso. Por se dedicarem a um esquema tático e por valorizarem a competição como um teste para a Superliga”, salientou o treinador ao final da partida.

Para a capitã Ciça, o campeonato representa o grande entusiasmo que o grupo tem demonstrado nos últimos meses em treinos diários para as competições ao longo do ano. “A gente batalha muito para ter motivos para o nosso torcedor se orgulhar. E também temos o compromisso de fazer ainda mais por todos aqueles que torcem tanto por nós, como por exemplo também na Superliga”.

Como o próximo desafio de Rio do Sul na Superliga Feminina é apenas no dia 3 de dezembro, as meninas terão um intervalo grande sem jogos. A partir do dia 20, o grupo deve se dividir, já que algumas jogadoras deverão representar a cidade nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), em Blumenau, onde Rio do Sul também vai brigar pelo tetracampeonato.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x