Search
Monday 30 November 2020
  • :
  • :

RJ Vôlei não consegue segurar rival e Kappersberg/Canoas avança na Copa Brasil

Foto: Alexandre Arruda/CBV

No dia que a equipe do RJ Vôlei recebeu uma boa notícia, com a confirmação de um novo patrocínio, a equipe do técnico Marcelo Fronckowiak, jogando em casa, não conseguiu ser melhor que o Kappersberg/Canoas e foi derrotado por 3 a 1, parciais de 22-24, 21-17, 18-21 e 13-21.

O primeiro set foi equilibrado do início até quase o fim, quando o Canoas conseguiu abrir uma vantagem de dois pontos a partir do 16º ponto. Em desvantagem, Fronckowiak fez mudanças para tentar reverter o set e quase conseguiu. O RJ Vôlei buscou o empate e chegou a salva três set points do Canoas, mas um saque rasante de Murilo definiu o set em 24-22 para os gaúchos.

No segundo set, o RJ Vôlei devolveu a derrota. Em outra parcial equilibrada, os cariocas conseguiram a partir da metade final do set abrir uma pequena vantagem e fecharam em um erro de Murilo por 21-17.

A terceira parcial teve as mesmas características dos demais sets: equilibrado tecnicamente e com ligeira vantagem para um dos times. Desta vez o Canoas foi quem ficou a frente e fechou em 21-18 com um ataque de Dennis.

No quarto set, Canoas começou melhor e abriu quatro pontos, mas uma sequencia incrível do RJ Vôlei empatou a partida. Mas por volta do décimo sexto ponto o time se descontrolou emocionalmente. Após uma marcação da arbitragem, a equipe reclamou acintosamente de um dois toques em um levantamento. Como o time já tinha amarelo, as reclamações de Vini e as palmas irônicas de Fronckowiak foram punidas com dois cartões vermelhos e consequentemente dois pontos para o Canoas.  Com a vantagem crescendo para cinco pontos, bastou aos gaúchos mais dois bloqueios de Giovani para vencer por 21-13 e se classificar para a semifinal.

No cumprimento de rede, as reclamações do RJ Vôlei continuaram.  Fronckowiak foi ao encontro do árbitro principal Jediel de Carvalho e reclamou novamente da marcação. Para a TV, Fronckowiak disse que a reclamação era contra ao critério utilizado pelo árbitros, e que assim como ele tinha o direito de questionar, o árbitro tinha o direito de adverti-lo. O treinador completou afirmando que o fato não foi o decisivo para o resultado.

Com o resultado, o Kappersberg/Canoas enfrenta na semifinal o vencedor de Sesi-SP e ModaMaringá, que jogam nesta quarta-feira (15/01).

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x