Search
Sunday 27 September 2020
  • :
  • :

RJX elimina Sesi e é o 1º semifinalista

 24/03/12 – Com o Maracanãzinho lotado, o RJX (RJ) eliminou o atual campeão da Superliga masculina de vôlei 11/12 e é o primeiro semifinalista da competição. Neste sábado (24.03), o time carioca derrotou, numa partida emocionante, o Sesi-SP por 3 sets a 2, parciais de 26-24, 18-25, 25-14, 24-26 e 15-12, em 2h13 de jogo.


Com o resultado, o RJX aguardará o adversário das semifinais, que sairá do duelo entre Vôlei Futuro (SP) e Medley/Campinas (SP). O time de Araçatuba venceu o primeiro confronto por 3 sets a 0 e joga neste sábado em Campinas, a partir das 21h30, no ginásio Taquaral. O canal Sportv transmite.

“Nós começamos a Superliga em uma circunstância atípica, sem muito tempo de treinar, com viagens, e com os quatro jogadores da seleção brasileira se integrando ao grupo. O nosso objetivo na fase classificatória era passar para o play-off, sem pensar no cruzamento que teríamos. Agora, atingimos o nosso objetivo, zeramos o processo e ganhamos uma segunda oportunidade. Tudo que nós planejamos, deu certo”, disse Marcão, que ainda comentou sobre a presença da torcida.

“Os torcedores foram fundamentais. Temos que lembrar que essa equipe tem apenas 10 meses e quando chega para jogar e vê uma turma dessa, fica muito feliz. Isso ajuda em quadra”, complementou o técnico do RJX.

O oposto Théo, do RJX, foi eleito o melhor jogador da partida e recebeu o Troféu VivaVôlei. O atacante comemorou e revelou que a forma com que o time conseguiu a classificação surpreendeu.

“Acho que ninguém esperava chegarmos às quartas-de-final e ganhar em dois jogos, depois de uma fase classificatória irregular. Essas vitórias irão dar muita moral para a nossa equipe continuar. Sem dúvida, ganhar do atual campeão vai dar uma motivação a mais. O Sesi-SP foi um time muito guerreiro, mas conseguimos fazer o que tínhamos nos proposto”, disse Theo, responsável pelo último ponto da partida.

O ponteiro Lipe, do RJX, e o opoto Wallace, do Sesi-SP, foram os maiores pontuadores da partida, com 19 acertos cada um.

Um dos mais festejados pelos torcedores, principalmente cada vez que vai para o saque, o central Lucão fez questão de elogiar a participação da torcida carioca.

“Não tem como não ouvir essa torcida. Ficava arrepiado de escutar toda essa galera gritando meu nome. Chamamos o pessoal para vir para o jogo pelas redes sociais e eles responderam. Sábado de sol, no Rio de Janeiro, e o pessoal preferiu vir ao ginásio. Isso é muito importante para o nosso time”, garantiu Lucão.

Giovane reconhece a luta do RJX

Técnico do Sesi-SP, Giovane Gavio lamentou a desclassificação. “Lutamos até o final. Foi um jogo cheio de altos e baixos. Fizemos o nosso máximo, mas não deu. Vamos partir para a próxima. Desejo sorte para o RJX”, disse o treinador da equipe paulista.

De fora do tie-break, por dores no joelho, que o tiraram da Superliga durante um mês, o oposto Wallace lamentou o resultado. “O play-off não terminou da maneira que eu queria, mas sei que dei tudo o que podia. Não me arrependo de ter jogado no sacrifício, mas é uma pena que a nossa equipe saiu na metade da estrada. Jogamos contra um time que teve mérito e agora não adianta chorar o leite derramado. Acabou para nós”, disse o atacante, que apesar de não jogar o set decisivo foi um dos maiores pontuadores da partida.

Outros confrontos

As outras duas séries das quartas-de-final estão empatadas e vão ser decididas no terceiro jogo. Na próxima SEXTA-FEIRA (30.03), a Cimed/SKY (SC) receberá o Vivo/Minas (MG), no ginásio Capoeirão, em Florianópolis, às 21h.

No sábado (31.03), o Sada Cruzeiro (MG) medirá forças com o BMG/São Bernardo (SP), às 10h30, no ginásio do Riacho, em Contagem. As duas partidas serão transmitidas ao vivo pelo canal Sportv. Os times que vencerem os duelos estarão frente a frente nas semifinais.

O JOGO

Theo abriu o placar a favor do RJX. O início do set foi equilibrado (5/5). No primeiro tempo técnico, a vantagem do time carioca era de apenas um ponto: 8/7. Com bloqueio de Murilo, o Sesi-SP deixou o jogo igual: 10/10. As equipes trocaram pontos e alternaram no comando do marcador. O time paulista abriu dois pontos pela primeira vez em 17/15. Com ace de Sidão, o Sesi-SP fez 21/18. O RJX buscou o empate (23/23) e virou para 25/24. No bloqueio de Riad, a equipe carioca fechou em 26/24.

No segundo set, o Sesi-SP começou melhor e, quando marcou 6/3, o técnico do RJX, Marcos Miranda, pediu tempo. O time paulista seguiu com ritmo forte e abriu seis pontos de vantagem: 13/7. A diferença no placar manteve-se no segundo tempo técnico, quando o time comandado pelo técnico Giovane Gavio vencia por 16/10. Sem sentir a pressão por ter perdido a primeira parcial, o Sesi-SP venceu por 25/18.

A terceira parcial começou equilibrada. Com bloqueio de Lucão, o RJX abriu dois pontos de vantagem: 5/3. No ponto de saque de Dante, o time carioca foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8/5. O RJX pontuou mais duas vezes seguidas no bloqueio e fez 10/5. Dois pontos direto de saque, dessa vez de Lucão, ampliaram a vantagem carioca para 12/5. O RJX manteve a superioridade e fechou o set, sem dificuldades, em 25/14.

A liderança no placar motivou ainda mais o time do RJX, que fez 6/4 no início do quarto set. Em contra-ataque de Wallace, o Sesi-SP empatou (9/9). E, na sequência do set, o time paulista assumiu o comando do placar, ao fazer 12/11. Em uma disputa bastante acirrada, os times seguiram trocando pontos. No segundo tempo técnico, 16/14 a favor dos donos da casa. A final do set foi disputada. Com bloqueio de Sidão, o Sesi-SP fez 22/19 e, novamente com Sidão, dessa vez no saque, marcou 26/24, fechando a parcial.

Lipe abriu o set decisivo para o RJX com ponto de ataque. Depois de uma bola disputada, Lipe novamente entrou em ação e deixou o placar igual em 3/3. Novo empate em 7/7 demonstrava o equilíbrio do jogo. A partida só foi decidida na reta final. Mais concentrado, o time da casa cometeu menos erros e, com Théo, marcou 15/12, selando a vitória.

RJX – Marlon, Theo, Lipe, Dante, Riad e Lucão. Líbero – Alan. Entraram: Carlos, Da Silva, Ualas e Guilherme. Técnico – Marcos Miranda

SESI-SP – Sandro, Wallace, Murilo, Léo Mineiro, Sidão e Tiago Barth. Líbero – Serginho. Entraram: Rodrigão, Juninho, Diogo, Japa e Jotinha. 
Técnico – Giovane Gavio

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x