Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

RJX vence a UFJF e mantém liderança

Foto:Alexandre Arruda/CBV

Em casa, no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ), o RJX (RJ) derrotou a UFJF (MG) por 3 sets a 0, parciais de 25-21, 25-17 e 25-17, em 1h23, na noite desta quinta-feira (07.02). A vitória na sétima rodada do returno garantiu o time carioca na liderança da Superliga masculina de vôlei 12/13, já que o resultado assegura a vantagem de, no mínimo, um ponto sobre o vice-líder, Sada Cruzeiro (MG), que ainda joga nesta quinta.

O oposto Theo, do RJX, foi o maior pontuador do confronto, com 14 acertos. O central Ualas, que entrou durante o jogo, foi eleito o melhor da equipe carioca nesta noite e recebeu o Troféu VivaVôlei. Após a partida, o jogador falou sobre a importância do resultado positivo. “O campeonato ainda tem muita coisa para acontecer, o segundo turno não acabou ainda e o Sada Cruzeiro está muito próximo. Por isso, cada ponto conquistado é muito importante para manter essa liderança até o final do returno”, analisou Ualas, que ainda falou sobre a colaboração que deu ao RJX nesta quinta-feira.

 

“O nosso time está jogando muito bem e não tem precisado tanto dos jogadores do banco. Mas hoje foi bom porque quando a gente cumpre com aquilo que foi exigido é bem bacana”, completou o central do time carioca.

O técnico do RJX, Marcelo Fronckowiak, elogiou a postura do time. “No jogo de hoje, a obrigação era toda nossa e a UFJF ainda tentou de todas as maneiras se aproximar do playoff, mas a seriedade do nosso grupo prevaleceu. A vitória foi muito importante para assegurara liderança, já que, além das viagens e dos muitos jogos, temos que conviver com situações de lesões. Agora temos uma pequena pausa para entrar em um novo campeonato”, disse Marcelo Fronckowiak.

 

Para o técnico da UFJF, Maurício Bara, a equipe mineira poderia ter feito algo a mais nesta partida. “A tristeza maior é não ter jogado o nosso melhor voleibol. Até começamos bem, um pouco mais equilibrados, mas quando não conseguimos manter esse nível a sensação é amarga. Poderíamos ter perdido de 3 a 0 da mesma forma, mas jogando melhor do início ao fim. Isso não aconteceu e é decepcionante”, disse Maurício Bara.

 

Na oitava rodada do returno, após uma pausa para o Carnaval, o RJX enfrentará o Vivo/Minas (MG), no dia 21 de fevereiro, às 21h, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG), com transmissão ao vivo do canal SporTV. A UFJF terá o Sada Cruzeiro como adversário no mesmo dia, às 20h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

 

A partida

O oposto Luan Weber abriu o placar para a UFJF. A equipe visitante ainda fez 3/0 e manteve a mesma vantagem em 6/3. Com ponto de saque do ponteiro Thiago Alves, o RJX encostou em 6/5. A UFJF continuou na frente (12/9) e, com mais um ace do time carioca, desta vez com o central Lucão, o placar ficou novamente com um ponto de diferença: 12/11. Com ataque do oposto Theo, o RJX assumiu comando do placar em 14/13. Com mais um ace de Thiago Alves, o time do Rio fez 16/14. Explorando o bloqueio adversário, a UFJF empatou o jogo novamente: 19/19. A partir daí, bem no saque e no bloqueio, o RJX fechou o set em 25/21.

A segunda parcial começou equilibrada, com as equipes empatando em dois pontos. Até que, com Lucão no saque, o RJX fez 6/3. Em boa passagem do ponteiro Hugo no saque, a UFJF chegou ao empate em 7/7. O time da casa voltou a abrir três de vantagem (14/11) e, com o ponteiro Thiago Alves no saque, fez 18/14. Contando com erros do adversário, o RJX colocou seis na frente (21/15) e o técnico da UFJF, Maurício Bara, pediu tempo. Mas o time do Rio de Janeiro seguiu melhor e venceu por 25/17.

O RJX saiu na frente no terceiro set, contou com boas jogadas pelo meio com o central Ualas, que entrou no lugar de Lucão, mas a UFJF virou o placar em 5/4. O time da casa reassumiu o comando do placar e, com o oposto Theo, fez 9/7. No ace do levantador Bruno, o RJX aumentou a vantagem para 14/9. O time carioca não deu chances ao adversário no terceiro set e fechou a parcial em 25/17 e o jogo em 3 sets a 0.


RJX
– Bruno, Theo, Riad, Lucão, Thiago Alves e Dante. Líbero – Mário Júnior. Entraram: Ualas, Athos, Thiago Sens, Bernardo e Paulo Victor. Técnico: Marcelo Fronckowiak

UFJF – Gelinski, Luan Weber, Lucão, Victor Hugo, Japa e Hugo. Líbero – Fábio Paes. Entraram: Clinty, Wand, Aureliano e Juninho. Técnico: Maurício Bara




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x