Search
Thursday 3 December 2020
  • :
  • :

RJX vence Cimed/SKY no tie-break

 08/02/12 – No encontro de vários jogadores de seleção brasileira, melhor para o RJX de Marlon, Dante, Théo e Lucão. Nesta quarta-feira (08.02), a equipe carioca venceu a Cimed/SKY, de Bruninho e Gustavo, por 3 sets a 2, parciais de 25-23, 25-22, 18-25, 24-26 e 15-12, em 2h09. A partida foi válida pela quarta rodada do returno da Superliga masculina de vôlei 11/12.

Dante e Pedro Solberg (Vôlei de Praia) Foto: Divulgação


O ponteiro Dante brilhou e ajudou o RJX a conseguir a importante vitória. O atacante foi o maior pontuador da partida, com 19 acertos, e ainda recebeu o Troféu VivaVôlei após ser considerado o melhor do jogo. O oposto Rivaldo se destacou pela Cimed/SKY e também marcou 19 pontos.

Dante ressaltou a evolução da equipe carioca. “Foi um bom jogo. O campeonato está muito equilibrado. Conseguimos vencer a equipe que estava na liderança e que não perdia há cinco jogos. Estamos evoluindo e ganhando conjunto. Começamos muito bem, mas caímos um pouco no terceiro e quarto sets. Fico feliz pelo prêmio, mas o voleibol é um esporte de conjunto”, disse Dante.

O ponteiro do RJX destacou as cinco últimas vitórias da Cimed/SKY, sobre UFJF, BMG/São Bernardo, Londrina/Sercomtel, Medley/Campinas e BMG/Montes Claros, conquistadas desde que o técnico Douglas Chiarotti assumiu o comando do time catarinense no lugar de Marcos Pacheco.

O treinador do RJX, Marcos Miranda, também abordou o crescimento do time. “Ao longo do primeiro turno perdemos algumas partidas em que oscilamos muito. Hoje também tivemos altos e baixos, mas a equipe mostrou força no quinto set. Isso prova que estamos evoluindo”, afirmou Marcão.

Pelo lado da Cimed/SKY, o central Gustavo, que entrou durante a partida e não saiu mais, falou sobre a sua retomada aos jogos depois de se recuperar de lesão.

“O jogo foi muito disputado. Cometemos muitos erros de saque, o que não pode acontecer. Conseguimos buscar a partida, mas perdemos algumas chances no quinto set. Ainda preciso de ritmo de jogo, mas foi bom voltar a atuar mais ao longo da partida. Agora é treinar cada vez mais para ajudar a equipe”, disse Gustavo.
 
   

As equipes carioca e catarinense voltam à quadra pela quinta rodada do returno em dias diferentes. Na sexta-feira (10.02), a Cimed/SKY enfrentará o Vivo/Minas (MG) às 21h, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG). O Sportv transmitirá o confronto. Já o RJX receberá a UFJF no sábado (11.02), às 18h, no ginásio do Maracnãzinho, no Rio de Janeiro (RJ).

Sesi-SP assume a liderança

Com os resultados de hoje, o Sesi-SP, que venceu o BMG/São Bernardo na abertura da rodada, na terça-feira (07.02), assumiu a liderança do campeonato, com 34 pontos. O Vôlei Futuro assumiu a segunda colocação e a Cimed/SKY está em terceiro lugar. O RJX ocupa a sexta colocação na tabela.

O JOGO

A Cimed/SKY começou melhor a partida. Com ponto de bloqueio do central Éder sobre um ataque de Riad, o time catarinense abriu 4/1. No primeiro tempo técnico, a equipe catarinense manteve a vantagem de três pontos (8/5). A parada fez bem para o time da casa. O ponteiro Dante conseguiu um ponto de bloqueio simples, e os cariocas empataram o set (8/8). A parcial seguiu disputada ponto a ponto. O RJX foi para o segundo tempo técnico na liderança (16/14). Em boa sequência de saques de Bruninho, a diferença caiu para um ponto em favor dos cariocas (22/21). No entanto, o RJX conteve a reação dos catarinenses e fechou o primeiro set por 25/23, em ponto de contra-ataque do oposto Theo.

A Cimed/SKY voltou para o segundo set disposta a mudar a situação do jogo e abriu 3/0. Com três pontos seguidos do ponteiro Lipe, o RJX empatou (5/5). As equipes se alternavam na liderança do placar. Com um belo contra-ataque de Theo, os cariocas foram para o segundo tempo técnico na liderança (16/14). O técnico Douglas Chiarotti, da Cimed/SKY, trocou os centrais e colocou Gustavo no lugar de Eder. A substituição fez efeito e os catarinenses empataram em 18/18. No final, os donos da casa cresceram e fecharam o segundo set por 25/22.
 
  

O início do terceiro foi marcado pelo equilíbrio. A Cimed/SKY foi para a primeira parada técnica com dois pontos de vantagem (8/6). O levantador Marlon fez um ace e os cariocas empataram (8/8). A partir deste momento, o volume de jogo da Cimed/SKY apareceu. Com bons saques e contra-ataques, os catarinenses abriram seis (14/8). Os cariocas encostaram no marcador no final da parcial, mas os catarinenses fecharam o set por 25/18.

O RJX abriu dois pontos no início do quarto set (8/6). Com boa sequência de saques de Bruninho, a Cimed/SKY empatou o marcador (15/15). O ponteiro Dante conseguiu um belo contra-ataque e a diferença voltou a ser de dois pontos para os cariocas (18/16). O jogo cresceu em emoção. Com dois pontos de bloqueio, a Cimed/SKY virou o marcador (22/21). Com um final disputado ponto a ponto, os catarinenses empataram a partida ao vencerem o quarto set por 26/24.

O RJX voltou melhor no quinto set e abriu dois pontos de vantagem (4/2). Com uma boa sequência de saques de João Paulo Tavares, a Cimed/SKY empatou (5/5). O bloqueio do RJX voltou a funcionar e os cariocas abriram três (10/7). A diferença foi mantida até o final e o RJX venceu o set por 15/12 e o jogo por 3 sets a 2.
 
RJX – Marlon, Theo, Lucão, Riad, Lipe e Dante. Líbero: Alan. Técnico – Marcos Miranda. Entraram: Guilherme, Da Silva, Ualas. 

Cimed/Sky– Bruno, Rivaldo, Éder, Felizardo, Renato e João Paulo Tavares. Líbero: Thales. Técnico – Douglas Chiarotti. Entraram: Murilo, Gustavo, Badá, Kaio e Léo



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x