Search
Tuesday 1 December 2020
  • :
  • :

Sada Cruzeiro despacha Vivo/Minas na Arena e chega à segunda final consecutiva

07/04/2012 – Pela segunda vez consecutiva, o Sada Cruzeiro chega à final da Superliga Masculina. Atual vice-campeã da competição, a equipe celeste não tomou conhecimento do Vivo/Minas, que jogava em seus domínios, e passou para a decisão da competição ao vencer os adversários por 3 sets a 0, parciais de 22-25, 23-25 e 15-25. Com o resultado, o time cruzeirense, que havia triunfado no primeiro duelo por 3 sets a 1, fechou a série semifinal em dois jogos a zero.

O adversário na grande final, que será no dia 21 de abril no ginásio poliesportivo de São Bernardo do Campo, sairá do duelo entre Vôlei Futuro e RJX, neste domingo. Se vencer, o time carioca estará na final. Para a equipe de Araçatuba, só a vitória interessa para levar a decisão para o terceiro jogo.

O oposto Wallace foi o maior pontuador do jogo com 16 acertos – e ainda levou o Troféu Viva V6olei pra casa como o melhor atelta do jogo. Foram 15 em ataques (com o bom aproveitamento de 65%) e um de bloqueio. “Foi uma importante vitória. Na fase classificatória, havíamos perdido as duas partidas para o Vivo/Minas. Mas sabíamos que no playoff a história é diferente. Zera tudo. É uma caixinha de surpresas. E foi assim. Sobre o adversário da final, não tenho preferido. Os dois times que estão na disputa são excelentes e já estão de parabéns”, afirmou o atacante.

CONFIRA AS FOTOS DA PARTIDA

Nos três sets, o ponto final foi marcado por um único jogador: o ponteiro Filipe. Autor de oito pontos na partida, o atacante, revelado no voleibol pelo Vivo/Minas, festejou a classificação na casa do adversário. “Sabíamos da dificuldade que seria vencer aqui. Estávamos preparados para um jogo difícil”, afirmou o atleta.

No Vivo/Minas, o maior pontuador foi jovem o central Otávio, que anotou 15 vezes – 11 em ataques (55%), dois em saques e dois em bloqueios. O oposto tcheco Filip veio na sequência com dez.

Os lances da classificação cruzeirense

O Vivo/Minas saiu na frente e abriu dois pontos (6/4). Destaque para os ataques certeiros do oposto Filip. No erro de ataque do ponteiro Filipe, o time da casa abriu ainda mais (13/9). Mas o Sada Cruzeiro foi recuperar o placar. Com pontos de bloqueio, o time celeste empatou em 13/13. No entanto, foram os donos da casa que chegaram à frente no segundo tempo técnico: 16/14 O Sada Cruzeiro foi buscar novamente e, pela primeira vez, dominou: 19/18. Após um bloqueio e um ataque para fora de Filip, os visitantes abriram 21/19 e o técnico do Vivo/Minas, Marcelo Fronckowiak, parou o jogo. No ataque de Felipe, o Sada Cruzeiro marcou 25/22 e fechou o primeiro set.

O segundo set foi muito mais equilibrado do que o primeiro. No entanto, foi o Sada Cruzeiro que liderou o placar, mas com apenas um ponto de vantagem nas duas paradas técnicas (8/7 e 16/15). Depois de um bloqueio e de um ataque de Filipe, o Sada Cruzeiro abriu dois pontos: 16/18. O técnico Vivo/Minas parou a partida para tentar recuperar a equipe. O saque da equipe celeste fez estragos e o time abriu no marcador (21/17). Os donos da casa encostaram no placar, após uma boa passagem do oposto Edinho pelo saque (22/23). Mas o Sada Cruzeiro marcou 25/23, após o contra-ataque do ponteiro Filipe.
 

O Vivo/Minas chegou a começar o terceiro set à frente (3/1). Mas, rapidamente, o Sada Cruzeiro voltou a dominar a partida. Com destaque para os ataques do oposto Wallace, o time celeste abriu boa vantagem: 8/3. Os visitantes continuaram dominando. Na segunda parada técnica, já eram sete pontos de diferença (16/9). O Vivo/Minas se abateu em quadra e não conseguiu se recuperar. Mais uma vez, Filipe foi o responsável por fechar o set. No ataque, o ponteiro marcou 25/15 e selou a passagem do Sada Cruzeiro para a decisão.
 
Vivo/Minas: Marcelinho, Filip (10), Manius (3), Lucarelli (8), Henrique (4), Otávio (15) e Polaco (Líbero). Depois: Rodrigo, Bruno Temponi e Edinho (4). Técnico: Marcelo Fronckowiak.

Sada Cruzeiro: Willian (2), Wallace (16), Filipe (8), Maurício (9), Acácio (6), Douglas Cordeiro (11) e Serginho. Depois: Daniel e Sanchez. Técnico: Marcelo Mendez.
 
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x