Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Sada Cruzeiro e Sesi-SP escolhem mesma estratégia para semifinais da Superliga

Foto: Divulgação/CBV

Quando a Superliga masculina de vôlei chega à fase decisiva, começa um estudo paralelo. A estratégia passa a ser utilizada de maneira ainda mais intensa também fora de quadra, especialmente quando os técnicos devem decidir a sequência de partidas nos playoffs. Nas quartas de final, os times mais bem classificados, que têm direito a escolha, optaram por fazer os primeiros jogos em casa. A opção deu certo e, agora, na semifinal, que terá início no próximo fim de semana, Sada Cruzeiro (MG) e Sesi-SP mantêm a ordem.

Muitos são os motivos, mas, desta vez, os times não têm uma justificativa: viagem longa e cansativa. A semifinal da Superliga masculina de vôlei 13/14 será entre rivais dos mesmos estados. O Sada Cruzeiro, que é de Contagem, grande Belo Horizonte (MG), irá à capital para enfrentar o Vivo/Minas (MG), e o Sesi-SP a Campinas (SP), no interior, para jogar contra o Brasil Kirin (SP) na busca por uma vaga na final.

O Sada Cruzeiro terminou a fase de classificação em primeiro lugar e, ao enfrentar o Moda/Maringá (PR) nas quartas de final, optou por abrir a série em casa. Vitória por 3 sets a 0. No segundo jogo, em Maringá, o time mineiro venceu por 3 a 1. Mais uma vez com o direito de escolher a sequência, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Mendez seguiu a mesma estratégia e fará o primeiro jogo da semifinal contra o Vivo/Minas novamente sob seus domínios.

“Acho que qualquer equipe quando joga em seu ginásio se torna mais forte e competitiva. E nós temos uma torcida muito participativa, que acompanha e que vibra a cada ponto com o time. Isso também é um fator muito positivo para a nossa equipe nas partidas em casa”, afirmou Marcelo Mendez.

O pensamento é quase o mesmo no lado do Sesi-SP, segundo colocado na fase de classificação. O técnico Marcos Pacheco conta que opta por esse formato desde que começou a trabalhar na função e, segundo ele, deu certo em grande parte dos episódios – inclusive nas quartas de final desta temporada, quando seu time passou pelo São Bernardo Vôlei (SP) por 3 sets a 2 e, depois, 3 a 1.

“Acho favorável começar a série em casa, nas nossas referências, habitat natural, diante da nossa torcida, onde estamos acostumados a treinar todos os dias, enfim, onde não há nenhuma surpresa. Sempre trabalhei assim. Já tive insucesso com essa rotina, mas é um conceito que tenho, independentemente do resultado”, explicou Marcos Pacheco.

O primeiro jogo da semifinal da Superliga masculina será no sábado (22.03), entre Sada Cruzeiro e Vivo/Minas. A partida será no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), às 21h30. O Sesi-SP enfrentará o Brasil Kirin no dia 25, às 20h30, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). Os dois confrontos terão transmissão ao vivo do canal SporTV.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x