Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Saiba mais sobre as duas novas contratadas do Dentil/Praia Clube

A equipe Dentil/Praia Clube tem a honra de anunciar a contratação da oposto norte-americana Nicole Marie Fawcett, de 30 anos. A atleta, de 1,93m, nasceu em San Antonio, no Texas. Em fevereiro de 2013, Fawcett deixou a sua marca na história do vôlei mundial. A oposto norte-americana quebrou o recorde mundial de maior pontuadora em uma única partida ao assinalar surpreendentes 55 pontos em jogo válido pela Liga Sul-coreana de Vôlei.

Com a façanha, ajudou o seu time, o Korea Expressway, a conquistar a vitória por 3 sets a 2 sobre o Industrial Bank of Korea. Nicole é a quinta norte-americana a defender as cores do Praia Clube. Nas últimas temporadas, Alix Klineman, Bailey Webster, Kimberly Glass e Danielle Scott atuaram pela equipe Dentil/Praia Clube.

 

Fawcett está muito feliz em defender as cores do Dentil/Praia Clube na próxima temporada. “Estou muito feliz em fazer parte de uma equipe tão importante e excelente. Agradeço ao Dentil pelo apoio ao voleibol brasileiro. Espero ver todos vocês nos jogos”, comentou.

 

Reforço Nacional

Também chega à equipe Dentil/Praia Clube a oposto paulista Andréia Cozzi Sforzin Laurence, de 34 anos. Na temporada passada, a atleta estava no TerraCap/BRB/Brasília Vôlei. Pelo time da capital federal, Andréia marcou 205 pontos, sendo 159 de ataque, 13 de saque e 33 de bloqueio, na Superliga Feminina 2016/2017.

 

Em 1999, foi convocada para defender a Seleção Brasileira na disputa do Campeonato Mundial Infantojuvenil, sediado em Funchal (Portugal), onde foi vice-campeã. No ano seguinte, retornou ao selecionado brasileiro para o Campeonato Sul-americano Juvenil, realizado em Medellín. Na Colômbia, conquistou a medalha de ouro e a qualificação para o Mundial da categoria, ocorrido em 2001 na cidade de Santo Domingo, na República Dominicana, sagrando-se campeã mundial pela primeira vez. Pela Seleção principal, disputou o Montreux Volley Masters e o Grand Prix de 2014, cuja fase final fora realizada em Tóquio. Na capital japonesa, Andréia foi campeã vestindo o manto verde-e-amarelo.
Além de vestir a camisa de importantes agremiações do voleibol brasileiro, a experiente atleta jogou no GS Caltex, da Coreia do Sul. Na V-League 2006/2007, encerrou a competição em quarto lugar, assinalando 424 pontos em 89 sets disputados em um total de 24 embates, sendo eleita a melhor bloqueadora da edição. Vale ressaltar que, Andréia Sforzin, entrou para história como a primeira estrangeira a atuar na Liga de voleibol do país asiático.

 

Andréia também celebrou o convite para defender o Esquadrão Aurinegro. “Agradeço a Dentil e a IsaBaby por poder fazer parte deste grande projeto do voleibol brasileiro. Na próxima temporada, não faltará trabalho, dedicação e vitórias. Contamos com a força de vocês!”, disse.

 

Já conferiu as promoções de camisas de vôlei na FutFanatics? Corre lá




Subscribe
Auto Notificar:
guest
13 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Henrique Lares

Gente, sei que não é o assunto, mas alguém sabe noticias do Osasco ? Tão quieto nas contratações, mesmo assim ainda acho que o maior problema do Osasco é o técnico, como todo o respeito o Luizomar só sabe dizer: “vamo vibrar” e “atenção no passe” ,não clarifica as jogadas, não orienta de fato, parece que não estuda os times adversários.

Wendarlem

O time tem que ser Amanda e garay ponteiras, fawcett oposta, ananda levantadora fabiana e walewska meios de rede, suellen libero. É um otimo time!

TITANIC 100 ANOS

concordo com voce caro amigo. Amanda Titular

BILLRAIO

Não tinha uma foto melhor? Ficou feia pra caralho!

Fernando

Time mais forte do que a temporada passada:
– Saiu Ramirez, que ultimamente muito gritava e pouco jogava;
– Saiu Picinin, que passava confiança para as jogadoras;
– O time formado tem uma formação clássica, sem aquele negócio de ficar escondendo ponteira da recepção e passando com oposta.
– A Fawcett é uma oposta muito versátil: ataca, bloqueia, saca e defende bem.
– O trio Suelen, Amanda e Garay tem tudo para formar uma boa linha de recepção e permitir que Fabiana e Walewska joguem.
– O time tem um bom banco de reservas.

Fernando

– Saiu Picinin, que NÃO passava confiança para as jogadoras;

Renato

Com aquela gorda de líbero?

PraiaMinas

Com aquela jogadora que, mesmo acima do peso joga muita bola e não fica atras de nenhuma outra líbero não.Tanto é que está servindo à seleção. Tem muita competencia, além de levantar bolas difíceis como se fosse uma levantadora de ofício.
Por favor, tenha RESPEITO pelas pessoas.

Mineiro

Como se fosse uma levantadora ou a Suellen levanta melhor que todas as levantadoras em atuação? é a impressão que fica. Sem contar que o passe dela é seguro.

manu

gostei das contratações, fawcett rende mais que ramirez, joga mais e faz menos carao….quanto a andreia, espero que volte a boa forma do pinheiros, seu maior erro foi ser banco no rio, depois nunca mais voltou o quer era…. lamentável ! mas o dentil junto com o bauru tem minha torcida, espero tb que a Fabiana faça uma temporada melhor, assim como a Claudinha !

TITANIC 100 ANOS

o praia fez bem em trazer a fawcet uma vez que essa jogadora jogou em minas e conhece a atmosfera da superliga e com certeza não vai se intimidar. Andréia? bem, vejo apenas como peça de composição do banco de reservas mas se voltar a ser aquela de alguns anos anos atrás pode até ser usada em algumas inversões. Agora resta saber o que osasco está armando nos bastidores e o o rio de janeiro agora deu pra adotar a política idiota em não contratar estrangeiras que nem o sesi

Jess

Acho que o Osasco já tá com o time fechado..

Deivid

Inegável o melhor elenco da Superliga até agora, vamos ver se vai render na prática, se Ellen jogar será disparado o melhor bloqueio da superliga e se Amanda jogar teremos um dos fundos de quadra mais completos com Suellen e Garay, espero uma final entre os dois times mineiros.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x