Search
Saturday 26 September 2020
  • :
  • :

Se sentindo em casa, Sollys Nestlé vira o jogo e segue invicto no Paulista

Luis Ventura/Melhor do Vôlei

O Sollys Nestlé manteve a invencibilidade no Campeonato Paulista 2012 ao vencer fora de casa o Pinheiros por 3 a 1, parciais de 21-25, 25-21,25-10 e 25-18, nesta sexta-feira, em São Paulo. A quadra era do Esporte Clube Pinheiros e só. A torcida e o clima lembravam e muito o Ginásio José Liberatti. Foi nessa atmosfera que o Pinheiros recebeu o Sollys Nestlé em mais uma partida da fase de classificação do Campeonato Paulista, chegando inclusive a dar pinta que estragaria a festa do “anfitrião” e quebraria sua invencibilidade, mas não deu.
 

Com muitos erros no primeiro set, a equipe de Osasco deixou o jovem time do Pinheiros jogar o tempo todo a frente do placar, foram sete erros que permitiram ao time do técnico Wagão vencer o primeiro set por 25-21.
 

A segunda parcial foi mais ponto-a-ponto, porém, na altura do 16 ponto, parecia que a zebra passearia, já que o Pinheiros vencia o set e tinha tudo para fazer 2 a 0. Os bloqueios de Carol e os ataques de Andreia entravam de um lado, enquanto Thaísa e Jaqueline não correspondiam no mesmo fundamento do outro. Para azar do Pinheiros e sorte do Sollys Nestlé, mais uma vez a experiência pesou na hora de decidir.  Erros de ataque custaram o set, fazendo com que a partida não fosse mais a mesma dalí em diante. Placar fina, Sollys Nestlé 25-18.
 

No terceiro e quarto sets, o time de Luizomar de Moura, que assistiu ao jogo como auxiliar de Jefferson Arosti, dominou a partida. Adenízia acertou seu bloqueio e Sheilla e Fernanda Garay o ataque. O terceiro set foi um banho e terminou 25-10. Já a quarta parcial foi mais longa, mas com boa vantagem para as “laranjas” fecharem o jogo com 25-18.

 


Adenízia afirmou que time entro em quadra desconcentrado. Foto Luis Ventura/Melhor do Vôlei

Para Adenízia, a equipe do Sollys, o time entrou desconcentrado na partida. “Foi um jogo equilibrado e a nossa equipe entrou desconcentrada, mas no decorrer do jogo conseguimos entrar no ritmo. Sabemos que não podemos entrar como entramos hoje.”
 

Assim como já havia ressaltado em outros jogos o técnico Wagão, para Andreia, a juventude novamente pesou, mas para ela isso uma hora tem que acabar. “Começamos super bem, mas no final acaba pecando pelos erros de juventude, mas uma hora a juventude acaba e esperamos que seja na hora decisiva. Como capitã, eu ajudo passando experiência, calma e tranquilidade e mostrar o caminho para elas. A bola não vem para mim, mas eu posso orientar elas e passar confiança.”


Andreia diz: “Juventude uma hora vai acabar”. Foto: Luis Ventura/Melhor do Vôlei
 

Apesar de líder e quase classificado para as semifinais, Adenizia pede ao time foco nos próximos jogos. “Tem muita coisa pela frente. Tem o SESI, a Amil no nosso calcanhar e temos que estar focado sempre”. Sobre a evolução do time, a central enaltece em seu comentário suas companheiras. “Estamos indo, temos muito que melhorar, mas o caráter de cada uma facilita esse trabalho e logo estarão todas no mesmo ritmo”.
 

As duas equipes voltam a quadra na quarta-feira, ás 19h30. O Sollys Nestlé recebe o São Bernardo, enquanto o Pinheiros vai a São Caetano pegar o time local.

 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x