Search
Thursday 24 September 2020
  • :
  • :

Brasil supera pressão e vence China no Montreux. Veja outros resultados

Foto: Divulgação/FIVB

Foi tenso.

A seleção brasileira soube superar a pressão da seleção da China e vencer o jogo por três sets a dois, nas parciais 25-19, 14-25, 23-25, 26-24 e 15-13, em duas horas e onze minutos de jogo. A seleção perdia o jogo por 2-1 e chegou a perder o quinto set por 8-4, mas soube administrar bem a partida e superar as chinesas imprimindo um forte ritmo de bloqueio e contra ataques nos momentos cruciais.

A seleção brasileira, contando com Dani Lins, Andréia, Gabi, Natália, Carol, Adenízia e Camila Brait como time titular, iniciou o jogo colocando muita pressão sobre a China. Com um ace de Natália, um bloqueio de Andréia e um contra ataque de Gabi, a equipe abriu 4-0, obrigando a técnica Lang Ping a pedir tempo. O Brasil, imprimindo um forte ritmo de saque e concluindo os contra-ataques, abriu uma grande vantagem de 16×8. Contudo, a seleção brasileira relaxou e permitiu que as chinesas encostassem, obrigando o técnico José Roberto Guimarães a pedir tempo. Contudo, a vantagem adquirida era grande e a seleção fechou o primeiro set em 25-19 com um ataque de Tandara vindo pelo fundo. Destaques para Andreia e Natália com 5 pontos cada e pela excelente entrada de Tandara na inversão.

A China entrou mais concentrada no segundo set e abriu 4-2. Contudo, a seleção encostou com dois bloqueios e um ataque de Carol. A China chegou ao primeiro tempo técnico com 8-5 imprimindo um forte ritmo de saque, e assim foi com a seleção sofrendo no passe. Com erro de Jaqueline, que entrou no lugar de Gabi após dois aces, a China fechou o set em 25-14.

A seleção voltou mais atenta no terceiro set e conseguiu corrigir os erros de recepção e voltou a imprimir seu ritmo. O jogo passou a ser mais equilibrado, e com um ataque de Ting Zhu pelo fundo a China empatou em 7-7. O jogo seguiu disputado até o talento individual de Ting Zhu e Ruoqui Hui fazer a diferença e a China vencer o set em 25-23.

A seleção voltou disposta a empatar a partida e conseguiu manter uma vantagem de três pontos durante o set. Contudo, nos momentos decisivos, a seleção cedeu o empate em 24×24, mas soube ter tranquilidade e fechar o set em 26-24, levando o jogo pro tié break.

A China entrou imprimindo forte pressão na seleção brasileira no quinto set, abrindo 8×4. Contudo, Zé Roberto promoveu a entrada de Andréia e Fabíola e com três bloqueios seguidos de Adenízia a seleção encostou em 7-8. Com um ponto de saque de Adenízia e um contra ataque de Natália, a seleção virou o jogo em 10-9. E então a estrela de Natália e Tandara brilhou e as ponteiras comandaram a virada da seleção, vencendo o jogo por 15-13.

Várias jogadoras pontuaram devido à homogênea distribuição de Dani Lins, mas a ponteira Natália terminou o jogo como a maior pontuadora da seleção com 18 pontos, sendo 13 em ataques, três em saques e dois em bloqueios. A central Carol repetiu a boa atuação do primeiro jogo e anotou 17 pontos, seis em ataques, três em saques e incríveis oito pontos em bloqueios. Tandara, Gabi, Andréia e Adenízia vieram a seguir com 13, 12, 12 e 11 pontos respectivamente.

O lado chinês teve a maior pontuadora do jogo, Ting Zhu, com 24 pontos.  Ruoqui Hui e Zeng Chunlei vieram em seguida com 21 e 19 pontos respectivamente.

Outros Resultados

Alemanha 3 x 0 República Dominicana, parciais de parciais de 25-21, 25-20 e 25-21.

Estados Unidos 3 x 0 Japão, parciais de 25-17, 25-22 e 25-20.

Brasil: Dani Lins (3), Andréia (12), Gabi (12), Natália (18), Carol (17), Adenízia (11) e a líbero Camila Brait. Entraram: Tandara (13), Fabíola e Jaqueline.

China: Yuan, Zhu(24),Yang F.X (5), Yang Z.(8), Yang J.J.(7), Zeng(18), Shan(L), Hui(21), Chen(L), Yao, Ding e Li.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x