Search
Saturday 19 September 2020
  • :
  • :

Seleção Infanto vence mais uma e conquista Desafio Internacional

Foto: Divulgação

 Com a vitória desta quarta-feira (05.09), por 3 sets a 1, parciais de 25-19, 21-25, 25-21 e 25-15, a seleção infanto juvenil feminina conquistou o Desafio Internacional contra o Japão. As brasileiras levaram a melhor sobre o time japonês por 3 jogos a 1. O Desafio foi realizado no ginásio do Cemei, em Búzios, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. As partidas serviram como preparação para o Campeonato Sul-Americano da categoria, que será realizado em novembro, no Peru.

 

o Brasil teve como destaques a central Laiza, a oposto Lorenne e a ponteira Karoline, que foi a maior pontuadora do time, com 17 pontos. Pelo lado do Japão, a ponteira Koga marcou 20 pontos, sendo assim a maior pontuadora do confronto.

 

“O jogo hoje foi mais equilibrado, elas defenderam ainda mais. Fico muito feliz em ter sido a maior pontuadora do Brasil, mas o que mais importa é ganhar e ajudar a equipe” comentou Karoline, capitã do time de Maurício Thomas.

 

Muito feliz com o resultado do Desafio, o técnico Maurício Thomas não viu só coisas boas no jogo que decidiu o duelo. Apesar da bela vitória, ele frisou que o Brasil ainda tem o que melhorar.

 

“Achei que erramos muito saque, mas nos momentos decisivos o time teve coragem e decidiu. Nossa equipe foi muito corajosa e obediente taticamente. Quero agradecer a Confederação Japonesa de Voleibol por ter enviado esse ótimo time para nos enfrentar. Enriqueceu muito o nosso jogo”, disse Maurício.

 

O técnico japonês, Ichiro Hanzawa, ao invés de achar defeitos em sua equipe, fez elogios às futuras estrelas brasileiras e julgou a visita ao Brasil como importantíssima para o aprendizado de suas jogadoras.

 

“O Brasil é forte, principalmente no saque. Esse é o começo da formação desse time, é a primeira viagem delas. Percebi que precisamos treinar mais saque e bloqueio. Ficamos pouco aqui no Brasil, mas foi uma experiência muito boa não só para elas, mais para nós da comissão técnica também. Passamos ótimos dias aqui. Muito obrigado pela gentileza de todos”, agradeceu Hanzawa.

 

O jogo

 

A seleção japonesa começou a partida mais atenta que o Brasil e abriu 4 a 0, obrigando o técnico Maurício Thomas a parar o jogo. Num ataque de Shirai, o Japão foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 3. As brasileiras voltaram mais ligadas e, com muita garra, chegaram ao segundo tempo técnico vencendo por 16 a 15. Daí pra frente a diferença só aumentou e o Brasil fechou o set em 25 a 19.

 

O Brasil saiu na frente no segundo set. As comandadas do técnico Hanzawa passaram à lideranças do placar até o primeiro tempo técnico, em 8 a 5. O Japão foi para a segunda parada técnica vencendo por um ponto de diferença. O Brasil passou a errar alguns ataques e as japonesas fecharam o set em 25 a 21.

 

Num erro de saque de Kitsui, o Brasil abriu o placar do set. Alternando bem as jogadas, as brasileiras chegaram ao primeiro tempo técnico, com 8 a 5. Sem desperdiçar as jogadas de ataque, as comandadas de Maurício Thomas chegaram à segunda parada vencendo por 16 a 11. Num ataque de Karoline, o Brasil fechou o set em 25 a 21.

 

As brasileiras abriram 3 a 0 com três aces de Gabriela. Num belo bloqueio de Lorenne, o Brasil foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 5. Com eficientes jogadas de ataque e bloqueio, as brasileiras chegaram para a segunda parada à frente no placar, 16 a 8. A vantagem no marcador ainda aumentou dois pontos e o Brasil fechou o set, e a partida, em 25 a 15.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x