Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

Seleção Masculina Infanto vence Irã e termina em nono lugar

 29/08/11 – Em sua última participação no Mundial, a seleção brasileira infanto-juvenil masculina de vôlei foi protagonista do jogo mais longo do torneio, além de sair vitoriosa de um set com a maior parcial. Na noite deste domingo (28.08), no ginásio Polideportivo Municipal, em Almirante Brown, na Argentina, a equipe verde e amarela, treinada por Percy Oncken, venceu, em duelo muito equilibrado, o Irã por 3 sets a 2, parciais de 39-37, 26-28, 26-24, 18-25 e 15-11, em 2h43 de partida. Com o resultado, o Brasil conseguiu o nono lugar no campeonato.

Foto da notícia

Os iranianos Javad Hosseinabadi e Pourya Fayazi foram os maiores pontuadores do jogo, com 27 pontos cada. Do lado brasileiro, o ponteiro João também se destacou, com 26 acertos. O oposto Alan também teve boa atuação e pontuou 21 vezes.

“Finalmente recuperamos a nossa confiança e o nosso espírito de luta. Brasil e Irã são grandes equipes e que mereciam estar na Bahia Blanca para a fase final. Espero conseguir uma melhor posição no próximo campeonato”, declarou Percy Oncken, técnico do Brasil.

“As duas seleções fizeram uma ótima partida. Jogamos com o nosso coração”, disse o levantador e capitão da equipe brasileira, Thiago Veloso.

A delegação verde e amarela no Mundial teve a seguinte formação: Thiago e Felipe (levantadores), Alan e Wagner (opostos), Leandro, Flávio e Tarcísio (centrais), Jonatas, João Rafael, Álisson e Henrique (ponteiros), além do líbero Rogério.

Na história da competição, o Brasil tem seis títulos mundiais: 1989, 1991, 1993, 1995, 2001 e 2003.

Ouro, prata e bronze

A equipe da Sérvia conquistou o título Mundial. Na decisão contra a Espanha, os sérvios derrotaram os espanhóis por 3 sets a 2 (25/23, 25/19, 28/30, 16/25 e 15/11), em 2h09 de jogo.

“Parabéns aos dois times. Foi uma verdadeira batalha. Jogamos bem durante os dois primeiros sets e depois diminuímos o nosso ritmo de jogo. Mas no quinto set jogamos como verdadeiros campeões. Não tenho palavras para descrever o sentimento. É muito importante para a nossa nação”, comentou Uros Kovacevic, capitão da Sérvia.

O terceiro lugar no pódio foi ocupado pela seleção de Cuba. Na disputa pelo bronze, os cubanos venceram o time da França por 3 sets a 0 (25/18, 25/17 e 25/21), em 1h17.

 

Os melhores do Mundial

Melhor jogador: Uros Kovacevic (Sérvia)

Maior pontuador: Andres Villena (Espanha)

Melhor atacante: Lazaro Fundora (Cuba)

Melhor bloqueio: Alejandro Vigil (Espanha)

Melhor saque: Yordan Bisset (Cuba)

Melhor levantador: Antoine Brizard (França)

Melhor recepção: Ramiro Nuñez (Argentina)

Melhor líbero: Richard Quentin (França)

Classificação final

1) Sérvia

2) Espanha

3) Cuba

4) França

5) Argentina

6) Bulgária

7) Grécia

8) China

9) Brasil

10) Irã

11) Estados Unidos

12) Egito

13) Rússia

14) Coreia do Sul

15) Porto Rico

16) Tunísia

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x