Search
Friday 22 January 2021
  • :
  • :

Sem dois titulares, França é a primeira adversária do Brasil na Copa dos Campeões

Por Gustavo Aguiar

N’Gapeth, com a taça, e Le Roux, ao seu lado direito (Foto: FIVB/Gettyimages)

Algoz do Brasil na Liga Mundial, a França é a primeira adversária do Brasil na Copa dos Campeões de Vôlei Masculino. As equipes voltam a se encontrar depois da final da liga, em que a França derrotou a seleção por 3 sets a 2. Mas desta vez, a França que chegou a Nagoia, no Japão, tem dois desfalques: o central Kevin Le Roux e o ponteiro e principal jogador da seleção francesa, Earvin N’Gapeth. Os dois jogadores foram titulares na última conquista francesa, N’Gapeth inclusive foi o maior pontuador da final, dono de 29 pontos e eleito o melhor jogador do campeonato. Le Roux sofreu uma lesão no tornozelo e acabou dispensado do torneio, enquanto N’Gapeth recupera-se de uma lesão nas costas.

O técnico francês, Laurent Tillie, disse que a competição vai ser importante para dar ritmo a novos jogadores:

“Estamos orgulhosos de poder jogar nesta competição. Também é importante porque é a primeira competição do novo ciclo olímpico e deve ajudar os mais jovens a se integrarem no time. Alguns de nossos jogadores estão feridos, então temos uma equipe nova, mas faremos o nosso melhor” – concluiu Tillie.

Tillie durante conferência em Nagoia (Foto: FIVB)

A França de Tillie é o primeiro adversário do Brasil na Copa dos Campeões, que tem ainda Itália, Irã, Estados Unidos e Japão. Confiram os jogos da seleção:

COPA DOS CAMPEÕES – TABELA
Dia 12.09 (terça-feira) – França x Brasil, às 0h40
Dia 13.09 (quarta-feira) – Brasil x Itália, às 0h40
Dia 15.09 (sexta-feira) – Irã x Brasil, às 0h40
Dia 16.09 (sábado) – Estados Unidos x Brasil, às 0h40
Dia 17.09 (domingo) – Brasil x Japão, às 6h15




Subscribe
Auto Notificar:
guest
3 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Talles

França estará justamente sem os dois principais algozes da seleção brasileira na final da Liga Mundial desse ano. N’Gapeth, técnico ao extremo e com a sua defesa milagrosa na final e o Le Roux com o seu saque providencial! Mesmo se estivesse completa, não colocaria a França como a favorita mor da competição, não! Lembrando que EUA e Itália não estavam completas na Liga e a última vez que a França encontrou as duas com força máxima, na Rio 2016, perdeu para as duas categoricamente. Se a Itália estiver completa, a briga se torna acirrada, mas prevejo EUA e Brasil… Ler mais »

Picicnini

Italia nao tera Zaytsev e Juantorena.

Simeão Santos

Sem os seus principais dois jogadores o Brasil fez um jogo muito apertado com a França, se os dois jogadores estivessem em quadra provavelmente o resultado poderia ser outro.
O Brasil apesar de estar nas cabeças ainda precisa de uma peça fundamental que é um ponteiro para ajudar com o Lucarelli.
Maurício Borges nao deveria está na seleção mas infelizmente não há muitas outras opções.

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x