Search
Monday 28 September 2020
  • :
  • :

Sesi-SP ganha e tira a invencibilidade do Vôlei Futuro

 18/01/12 – Grandes jogos estavam previstos para a oitava rodada do turno da Superliga feminina de vôlei 11/12. Alteração na liderança e queda do último invicto confirmaram a expectativa e movimentaram a noite desta terça-feira (17.01). O Sesi-SP venceu o vôlei Futuro (SP) e foi responsável pelo fim da sequência de sete vitórias do time de Araçatuba. Em casa, no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), a equipe comandada pelo técnico Talmo de Oliveira venceu por 3 sets a 2 (25/22, 16/25, 25/19, 19/25 e 15/09), em 2h25 de partida.


Apesar da derrota do seu time, a ponteira Paula Pequeno, do Vôlei Futuro, foi quem mais pontuou nesta partida, com 20 acertos. A levantadora do Sesi-SP, Dani Lins, foi eleita a melhor em quadra e recebeu o Troféu VivaVôlei.

“O jogo do nosso time sai quando funcionam o bloqueio e a defesa e hoje foi assim. Nos sets em que perdemos, não conseguimos jogar bem no ataque. Além disso, jogamos com alegria e uma ajudando a outra o tempo todo, recuperando bolas impossíveis”, declarou Dani Lins.

A vitória do Sesi-SP sobre o até então líder da Superliga beneficiou a Unilever (RJ), que fez a sua parte, venceu a Usiminas/Minas (MG) por 3 sets a 0, e assumiu a liderança do campeonato, com 21 pontos. Vôlei Futuro e Sollys/Nestlé (SP) também têm 21 pontos, mas a equipe carioca leva vantagem no critério de desempate, o saldo de sets.

O Sesi-SP volta à quadra na próxima SEXTA-FEIRA (20.01), quando enfrentará o BMG/São Bernardo (SP) às 19h30, no ginásio do Baetão, na cidade do ABC Paulista. A partida terá transmissão ao vivo do canal Esporte Interativo. Já o Vôlei Futuro voltará a jogar em casa, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP), contra o Sollys/Nestlé. O confronto será neste mesmo dia, às 18h30, com transmissão do Sportv.

O JOGO

O Sesi-SP abriu o placar e, no primeiro tempo técnico, vencia por 8/5. Melhor em quadra e vencendo por 11/7, o time da Vila Leopoldina forçou o primeiro pedido de tempo do técnico do Vôlei Futuro, Paulo Coco. Na segunda parada técnica, vantagem de quatro pontos para as donas da casa: 16/12. O Sesi-SP se manteve no comando do placar e venceu o primeiro set por 25/22.

Utilizando as duas levantadoras, como tem acontecido regularmente, Paulo Coco começou o segundo set com Ana Cristina no lugar de Ana Tiemi. A equipe de Araçatuba abriu boa vantagem logo no início (5/1) e Talmo de Oliveira, técnico do Sesi-SP, também promoveu a troca de levantadoras, colocando Marcela no lugar de Dani Lins. Com outra postura em quadra, o Vôlei Futuro dominou o segundo set e venceu por 25/16.

A terceira parcial começou equilibrada. Logo as donas da casa assumiram o comando do marcador e se mantiveram à frente durante praticamente todo o set. Na reta final, a equipe do Vôlei Futuro se aproximou no placar, mas não impediu a vitória do time da capital paulista por 25/19.

Assim como o segundo set, o time de Araçatuba fez 4/1 logo no início da quarta parcial e Talmo de Oliveira pediu tempo. O Sesi-SP se aproximou no placar em 7/9, mas o Vôlei Futuro seguiu melhor e à frente no marcador. Quando a equipe do interior de São Paulo fez 21/16, Talmo novamente parou o jogo. Mas o Vôlei Futuro voltou a mostrar sua força e fechou em 25/19.

O Sesi-SP abriu o tie-break com ataque de Elisângela e, com bloqueio de Carol Gattaz, o Vôlei Futuro empatou. A parcial seguiu equilibrada até o time da casa fazer 6/3 e forçar o técnico Paulo Coco a pedir tempo. Com eficiente trabalho de defesa, a equipe da casa sobressaiu e, em ataque de Elisângela, fechou o set em 15/09 e o jogo em 3 a 2.



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x