Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Sesi-SP surpreende e vence a Unilever no Rio de Janeiro

10/12/11 – O Sesi-SP provou, neste sábado(10.12), porque é uma das equipes favoritas ao título da Superliga feminina 11/12. As paulistas estrearam na competição com vitória sobre a heptacampeã Unilever(RJ) por 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-22 e 25-22, em 1h27 de jogo, no ginásio do Marcañazinho, no Rio de Janeiro.

"); // -->

 

O Sesi-Sp não contou com a oposto e capitã da equipe, Elisangêla, que sentiu uma contusão no treinamento de ontem e não foi relacionada para o jogo. Na equipe da Unilever, a ausência ficou por conta da ponteira Natália, que ainda se recupera de uma cirurgia na canela esquerda.

O Sesi-SP lutará por mais uma vitória na próxima terça-feira (13.12) contra o Macaé Sports (RJ), às 20h, no ginásio Juquinha, em Macaé (RJ). A Unilever (RJ) buscará a reabilitação contra o São Caetano (SP) também na terça-feira, às 20h, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro.

A ponteira Soninha, do Sesi-SP, foi eleita a melhor jogadora da partida e ganhou o troféu VivaVôlei. Soninha marcou 18 pontos sendo a maior pontuadora do confronto. A jogadora fez questão de elogiar a postura da sua equipe contra as atuais campeãs.

“Entramos muito focadas e estudamos as jogadoras delas. Nossa equipe vai brigar pelo título. Ainda temos muito o que melhorar. Erramos bolas bobas em um momento decisivo no final do terceiro set. No entanto, começamos a competição com pé direito, com uma vitória contra o time que fez a melhor campanha na temporada passada”, ressaltou Soninha.

A levantadora Dani Lins, que fez a primeira partida contra o seu ex-time, disse que o saque e a defesa da equipe paulista foram determinantes para a vitória contra as donas da casa.

Nós viemos preparadas para essa partida. Jogamos sem pressão e com alegria e, por isso, nosso jogo fluiu. A Superliga é um campeonato longo e ainda vamos enfrentar muitos times difíceis. Não teremos jogos fáceis. O nosso volume de jogo também ajudou. O voleibol é feito de saque e defesa. Esses dois fundamentos funcionaram contra a Unilever”, explicou Dani.

Pelo lado das atuais campeãs da Superliga, a levantadora Fernanda Venturini, que voltou às quadras após uma ausência de quatro anos, lamentou a Unilever ter começado a competição com derrota. "Agora é treinar, treinar muito. Ainda sinto falta de ritmo, de conseguir ver o bloqueio. Vou precisar jogar bastante, mas, com certeza, vou melhorar. Ainda estamos no início do campeonato”, analisou a levantadora.

Estatísticas:

Venturini conseguiu 22 levantamentos excelentes de 88 ações, 25% de aproveitamento, Dani Lins conseguiu apenas cinco de 107 tentativas. Se no levantamento a diferença foi desigual, compare as estatísticas de recepção. Pelo time carioca apenas Regiane aparece nas estatística com 48% de aproveitamento, foram 12 ações excelentes de 28 tentativas, pelo Sesi a libero Teny conseguiu nove de 21 e Soninha apenas quatro de 26.

O JOGO

O primeiro set foi marcado pelo equilíbrio. Com um bom volume de jogo, o Sesi-SP cresceu de produção na final da parcial. Depois de um belo rally, a ponteira Sassá explorou o bloqueio da Unilever e as visitantes fecharam o primeiro set por 25/22.

A Unilever voltou melhor para o segundo set. Na primeira parada técnica, as atuais campeãs venciam por dois pontos (8/6). O treinador Talmo, do Sesi-SP, trocou as apostas. Saiu Jessica entrou Gabi. A substituição fez bem para as estreantes da Superliga que empataram a parcial (13/13). O final do set foi disputado ponto a ponto. A ponteira Soninha se destacou e o Sesi-SP venceu o set por 25/22.

As donas da casa vieram para o terceiro set dispostas a mudar a cara do jogo e abriram cinco pontos (5/0). O volume de jogo do Sesi-SP voltou a incomodar a Unilever. Com boas defesas e contra-ataques, as paulistas viraram o marcador (10/9) e chegaram a abrir sete pontos (24/17). A Unilever se recuperou e diminuiu a diferença para dois pontos (22/24), mas a tarde era do Sesi-SP. As paulistas fecharam a parcial por 25/22 e o jogo por 3 sets a 0.

Sesi-SP – Dani Lins, Jessica, Soninha, Sassá, Marina e Natália Martins. Líbero – Stephany. Entraram – Gabi, Luiza e Marcela. Técnico – Talmo de Oliveira

Unilever – Fernanda Venturini, Sheilla, Mari, Regiane, Juciely e Valeskinha. Líbero – Fabi. Entraram – Amanda, Roberta, Jú Nogueira e Carol. Técnico – Bernardinho




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x