Search
Tuesday 23 July 2019
  • :
  • :

Sesi Vôlei Bauru ‘repatria’ a central Mayhara

Bauruense, atleta realiza sonho ao voltar à cidade onde aprendeu a jogar voleibol. (Foto: Divulgação)

Inspirado nos milhares de atletas que retornam aos seus países de origem após temporadas atuando no exterior, o Sesi Vôlei Bauru fez quase isso também com a central Mayhara, novo reforço da equipe para a temporada 2019/2020. A diferença no caso da jogadora é que ela não está voltando de um outro país, mas sim para a cidade onde nasceu e aprendeu a jogar voleibol.

Mayhara Francini da Silva tem 1,85 m, 30 anos e é natural de Bauru, onde começou a dar os primeiros passos no vôlei durante as aulas de Educação Física ainda no ensino fundamental. “A aula que eu mais gostava era voleibol e minha família sempre me incentivou a fazer esportes pela minha altura, pois sempre fui alta. Então, meus pais me levaram pra fazer escolinha de vôlei e depois passei em um teste na Associação Luso Brasileira de Bauru, onde fiquei um tempo jogando os campeonatos pela categoria de base”, recorda a atleta.

Mayhara defendeu a Luso até os 17 anos, quando deixou Bauru rumo a São José dos Campos para atuar em um clube da cidade. “Joguei em um clube de São José dos Campos por dois anos no juvenil e adulto. Depois fui participar da minha primeira Superliga, em Belo Horizonte, pelo Mackenzie”, detalha a central.

A partir daí sua carreira deslanchou e a atleta teve passagens por clubes de destaque do cenário nacional do voleibol, como o Finasa/Osasco – Rio do Sul/Unimed, Praia Clube, Rexona/Ades, Rexona/Sesc e Sesc RJ, sua última equipe antes de transferir-se para o Sesi Vôlei Bauru.

Por clubes foi tricampeã carioca, bicampeã da Copa Brasil, tricampeã da Supercopa, bicampeã sul-americana de clubes, vice-campeã mundial de clubes e tricampeã da Superliga. Também já atuou pelas seleções brasileiras universitária e adulta.

Para Mayhara, poder voltar a Bauru é importante por vários motivos. “Sempre tive o sonho de voltar e jogar pela minha cidade natal, onde aprendi a jogar vôlei e onde descobri que era o esporte que amava e decidi seguir carreira, além de poder estar ao lado da minha família novamente após muitos anos longe. Por isso, senti que era o momento de voltar. Além disso, o Sesi Vôlei Bauru é uma equipe em crescimento e que está se destacando”, considera a central.

Reapresentação

O elenco do Sesi Vôlei Bauru se reapresentará na próxima segunda-feira, 17, em São Paulo, para o início das avaliações clínicas para a temporada 2019/2020.

Trabalhando como auxiliar na comissão técnica da seleção brasileira masculina sub-21, o técnico do Sesi Vôlei Bauru, Anderson Rodrigues, se integrará posteriormente ao time em data ainda a ser definida. Em seu lugar, o assistente técnico Plauto Machado comandará as atividades até o retorno do treinador.

Além de renovar com Tifanny, Gabi Candido, Tássia, Naiane, Valquiria e Andressa Picussa, o Sesi Vôlei Bauru também se reforçou com as contratações da levantadora Dani Lins, da oposta azeri Polina Rahimova e da ponteira americana Sarah Wilhite. Tifanny, Gabi Candido, Tássia, Naiane e Dani Lins estarão presentes na reapresentação do elenco no dia 17 e as estrangeiras Polina Rahimova e Sarah Wilhite se apresentam somente em setembro.




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »