Search
Saturday 24 October 2020
  • :
  • :

Sesi Vôlei Bauru se impõe e vence Pinheiros

Mara, no ataque, foi uma das principais pontuadoras. (Foto: Marcelo Ferrazoli)

O SESI Vôlei Bauru começou com a “mão direita” o Campeonato Paulista de Vôlei 2020. A equipe venceu o Pinheiros por 3 a 1 (25/18, 24/26, 25/22 e 25/22) em duelo realizado, nesta quarta-feira (23), em casa.

A equipe de Anderson Rodrigues disputará os próximos quatro jogos  da fase classificatória fora de seus domínios, sendo três na Capital e um em Osasco. A medida visa diminuir o número de viagens da equipe entre as partidas, colaborando para reduzir o desgaste de atletas e comissão técnica com os deslocamentos.

O primeiro dos quatro confrontos em solo paulistano será já neste domingo, 27, às 19h, no SESI Vila Leopoldina, diante do Renata Country Clube/Valinhos. Dois dias depois, na terça-feira, 29, é a vez de enfrentar o Osasco/Audax/São Cristóvão Saúde no ginásio José Liberatti, às 21h30, em Osasco.

Os jogos restantes acontecem no Sesi Vila Leopoldina. Em 2/10, sexta-feira, às 19h, o adversário será o São Paulo/Barueri e no domingo, 4, às 17h, é a vez de encarar o São Cristóvão Saúde/São Caetano.

O jogo 

O SESI Vôlei Bauru iniciou o jogo com a seguinte formação: Dani Lins, Adenizia, Mara, Pamela, Tifanny, Suelle e Julia. No primeiro set, o SESI Vôlei Bauru comandou as ações desde o início. Com ataque e defesa eficientes, e sem cometer muitos erros, a equipe foi construindo vantagem confortável no placar e, com 18/11, o Pinheiros pede tempo. No reinício, o SESI Vôlei Bauru não perdeu a concentração e fechou a parcial em 25/18.

O segundo set foi mais equilibrado, com nenhuma das equipes conseguindo vantagem significativa no placar até o 13/13, quando o SESI Vôlei Bauru, aproveitando erros consecutivos do Pinheiros abriu para 16/13. O SESI Vôlei Bauru sustentou a pequena diferença por pouco tempo, com o Pinheiros chegando ao empate no 19/19 e obrigando Anderson Rodrigues a pedir tempo. No recomeço, o Pinheiros passou à frente se aproveitando de erros do SESI Vôlei Bauru, que buscou o empate no 22/22 com ace de Mara e voltou a ficar à frente em 23/22 em erro de ataque do Pinheiros, que parou o jogo em seguida. No recomeço, o SESI Vôlei Bauru faz 24/23 em erro de saque do Pinheiros, que empata em 24/24. O Pinheiros passa à frente em erro de ataque de Adenizia e fecha em 26/24 após bloqueio sobre Pamela.

No terceiro set o SESI Vôlei Bauru começou à frente e chegou a abrir 14/11, mas uma sucessão de erros fez a equipe estacionar nos 11 pontos e Pinheiros assumir a liderança da parcial em 17/14. O SESI Vôlei Bauru empata no 18/18 e retoma a ponta no 20/19 com Mari Cassemiro. Na reta final da parcial o SESI Vôlei Bauru chega ao 22/20 e Pinheiros pede tempo. No reinício o SESI Vôlei Bauru consegue manter a vantagem e fecha a parcial em 25/22.

O quarto set foi liderado pelo Pinheiros até o 17/16, quando o SESI Vôlei Bauru empata em 17/17 e passa à frente no 19/18 após erro de ataque do Pinheiros. Em seguida, o SESI Vôlei Bauru se aproveita de erros consecutivos do Pinheiros e consegue vantagem de três pontos no 23/20, quando as paulistanas param o jogo. Mas o SESI Vôlei Bauru não perde a concentração e fecha a parcial em 25/22 e o jogo em 3 a 1.

“Foi um jogo muito nervoso, típico e natural de uma estreia. Mas o mais importante que conseguimos superar os momentos de dificuldades que Pinheiros nos impôs e começamos bem a competição. Agora é trabalhar para evoluirmos jogo a jogo”, ressaltou o técnico do SESI Vôlei Bauru, Anderson Rodrigues.

As maiores pontuadoras do duelo foram a ponteira/oposto Tifanny, com 18 pontos, a central Mara, com 13, a central Adenizia e a oposto Pamela, ambas com 8.

Brenda chega nesta quinta-feira

Amanhã (24), Brenda Castillo chega ao Brasil. Assim que se apresentar, a líbero dominicana não iniciará imediatamente os treinamentos. Antes, a exemplo do realizado com a oposta Polina, a líbero será submetida aos testes de sorologia e RT-PCR para identificar possíveis contágios pelo coronavírus que todas as atletas e comissão técnica da equipe são submetidos a cada 15 dias.

Desta forma, ela só será liberada para se integrar ao elenco após a análise dos resultados de seus exames. Caso alguns dos testes deem positivo, a atleta permanecerá isolada em quarentena preventiva.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x