Search
Friday 3 July 2020
  • :
  • :

Slöetjes: holandesas chegam mais experientes ao pré-olímpico

Crédito: Divulgação/FIVB

Crédito: Divulgação/FIVB

 

Ausentes do torneio feminino olímpico de Vôlei desde Atlanta 1996, as holandesas estreiam na madrugada de sexta para sábado, no Pré-olímpico do Japão. A seleção vai que tentar uma vaga no Rio de Janeiro chega como vice-campeã europeia e segunda do pré-olímpico continental. São resultados que credenciam a equipe e são derrotas que calejam jogadoras pouco habituadas a decisões com a seleção nacional.

 

“A final do Campeonato Europeu foi o meu primeiro jogo realmente grande, e eu estava tensa”, admitiu Lonneke Slöetjes. “No qualificatório, eu estava muito mais focada e podia ver que toda a equipe também estava. A Rússia (no pré-olímpico) era ainda mais forte, mas jogamos muito melhor”, comparou a oposta, em entrevista ao site oficial da FIVB, lembrando que em ambas ocasiões foram as russas que levaram a melhor.

 

Holanda e Cazaquistão entram em quadra às 3h30 do sábado, com transmissão pelo canal da FIVB no Youtube. Será a primeira oportunidade para a Holanda pôr seu favoritismo à prova, embora Slöetjes, com prudência, recuse o rótulo de seleção favorita.

 

“As pessoas a nossa volta dizem que vamos ganhar facilmente, mas é um torneio realmente difícil. Não há adversários fracos e haverá muito estresse e pressão envolvidos. Contudo, se jogarmos no nosso nível, poderemos (conquistar a vaga)”, concluiu.

 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x