Search
Wednesday 23 September 2020
  • :
  • :

Sollys Nestlé vence segunda e agora decide título com rival argentino

Luis Ventura/Melhor do Vôlei

Sollys Nestlé conquista a segunda vitória no Sulamericano

O Sollys Nestlé fez a lição de casa e conquistou mais uma vitória no Sulamericano de Clubes, disputado em Osasco. A equipe brasileira superou com facilidades a Universidad Católica Boliviana por 3 sets a 0, parciais de 25/06, 25/12 e 25/13, em 56 minutos.

A equipe do Sollys Nestlé iniciou a partida com a formação considerada ideal, que contou com o retorno de Jaqueline, poupada no jogo anterior. Fabíola, Adenízia, Thaísa, Fernanda Garay, Jaqueline, Sheilla e Camila Brait foram as titulares.

Assim como no duelo de ontem, a equipe laranja impôs sua melhor técnica nos três sets. Logo de cara, Fabíola conseguiu um ace, mas alguns erros no início da partida travaram um pouco a arrancada do time, deixando o placar em 3 a 3. Superado o mau início, a equipe fez incontestáveis 25 a 6 em 16 minutos.

O segundo set foi “um pouco mais difícil” para a equipe de Osasco, que abriu 8 a 1 no primeiro tempo técnico e finalizou com 25 a 12, em 18 minutos. Duas situações chamaram a atenção no set: os entusiasmados aplausos para as bolivianas, reconhecendo o esforço delas, e uma grotesca marcação do juiz paraguaio que em uma condução de Fernanda Garay, marcou dois toques.

No set final, as Bolivianas conseguiram marcar mais pontos que nos outros sets, elevando o nível da parcial. Sheilla e Fabíola foram poupadas e a equipe venceu por 25 a 13. Thaísa com 15 pontos foi a maior pontuadora, seguida por Sheilla e Jaqueline, com oito. “Viemos do ritmo de ontem. Mudou que elas têm duas jogadoras altas e montamos a estratégia nelas.”, disse o técnico Jefferson Arosti sobre a partida.

Ao final do jogo, Jaqueline, que foi tietada pelas bolivianas, comentou a primeira partida da equipe com todas as contratadas. “Estou feliz. Eu treinei uma vez só e aos pouquinhos estamos evoluindo e isso que é importante.”

     Jaqueline recebe o reconhecimento das adversárias. Foto: Luis Ventura/Melhor do Vôlei

Sobre essa nova formação, Arosti foi sucinto. “O objetivo não é pegar entrosamento. O objetivo é dar ritmo de jogo novamente após os 15 dias de folga.”

Na preliminar, o Boca Juniors, da Argentina, venceu o Deportivo Venezuela, do Paraguai, por 3 sets a 0, parciais de 25/09, 25/11 e 25/08 . Amanhã, as argentinas fazem a grande final contra as brasileiras. “Sabemos que temos a responsabilidade de ganhar e temos que jogar tranquilas. Vamos fazer nosso trabalho em feito aqui e depois pensar nos outros jogos.”, afirmou Jaque. “Será totalmente diferente dos dois primeiros jogos. Elas têm um padrão definido, boas jogadoras, de seleção. Sabemos que nosso time é superior, mas temos que respeitar”, completou Arosti.

     Boca Juniors decidirá título contra Sollys Nestlé




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x