Search
Saturday 19 September 2020
  • :
  • :

Sollys/Nestlé recebe SESI-SP em busca da vitória que vale vaga na final do Paulista

 25/11/11 – O Sollys/Nestlé precisa de apenas mais uma vitória diante do SESI-SP para garantir vaga na final do Campeonato Paulista 2011. De olho na classificação, a equipe comandada pelo técnico Luizomar de Moura recebe o rival, neste sábado, às 20h30, no Ginásio Municipal José Liberatti, em Osasco. Além dos trabalhos técnicos comandados pelo treinador, outros dois personagens estão sendo importantes nesta reta final do torneio estadual. Os preparadores físicos Giovani Ciprandi e Júlio Cezar Lanzelotti elaboraram um trabalho específico para as atletas que chegaram da seleção brasileira – Adenízia, Tandara, Thaisa, Camila Brait e Fabíola.

"); // -->

 
 
“Na semana inicial de treinamentos tivemos o problema do fuso horário. Em uma análise cientifica, a cada hora de fuso são necessárias 24 horas para a recuperação. Elas acabaram o primeiro jogo com certo grau de fadiga, mas por já possuírem experiência com relação ao assunto entendemos que para sábado com certeza elas já estarão bem melhores tanto na parte física quanto na questão da recuperação deste fuso”, declarou Ciprandi.
 
Lanzelotti acredita que as atletas estarão perto do auge nos dois aspectos destacados. “Elas estão voltando aos poucos, fazendo um trabalho de reforço e uma entrada bem gradativa na parte de força, tentando evitar ao máximo a fadiga e a dor muscular. Nesta etapa optamos por um trabalho de reforço e uma readaptação anatômica delas. Para sábado, acredito que elas estarão com cerca de 90% da condição em relação ao fuso e 80% no que se refere a parte física”, explicou.
 
Este bom trabalho fora de quadra deixa as jogadoras do Sollys/Nestlé em excelentes condições para mostrarem suas qualidades. A central Thaisa, que estava defendendo o Brasil na Copa do Mundo, comenta sobre o que espera deste segundo jogo semifinal. “Acho que será uma partida mais difícil porque os dois lados terão estudado mais. Penso que nossa saída de jogo estará um pouco melhor neste segundo confronto porque conseguimos nos adaptar mais com as levantadoras. Eu nunca havia atuado com a Karine e com mais tempo de treinamento ela já ajustou mais a minha bola e a da Adenízia também. Podemos esperar mais um jogão”, analisou a atleta.
 
Apesar da vantagem de ter vencido como visitante, a ponteira Jú Costa pede cautela e sabe que o Sollys/Nestlé precisará mostrar seu melhor voleibol para eliminar as rivais. “Jogar em casa é um fator importante, mas temos de manter os pés no chão porque sabemos que do outro lado tem uma grande equipe e precisamos fazer o nosso trabalho bem feito para sair com a vitória”, disse. “O nível é bem equilibrado, pois são duas equipes que erram pouco. Então o jogo é disputado ponto a ponto, portanto, quem errar menos sairá vitorioso”, declarou Jú Costa.
 
As duas atletas comentaram também sobre a vantagem de jogar uma partida decisiva dentro de casa. “Jogar diante da nossa torcida é muito importante. Aqui é um verdadeiro caldeirão e a torcida é um oitavo jogador, já que as pessoas torcem e vibram muito a qualquer momento. Por isso, quero convocar todo mundo para vir torcer, incentivar e dar um espetáculo”, disse Jú Costa.  “A torcida do Sollys/Nestlé é sempre muito querida e apoia muito a equipe. O nosso time está com uma alegria muito bacana dentro de quadra e acho que isso ajuda demais porque na hora da dificuldade a gente está sempre ajudando uma a outra. O companheirismo e alegria dentro de quadra são fatores que aparecem com destaque na nossa equipe”, concluiu Thaisa.
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x