Search
Wednesday 2 December 2020
  • :
  • :

Sollys/Nestlé vence “seleção” da Tailândia na estreia do Mundial de Clubes

 09/10/11 – O Sollys/Nestlé fez, neste domingo, uma excelente estreia diante do Chang, da Tailândia, e obteve uma importante vitória na abertura do Grupo B do Campeonato Mundial de Clubes. Com uma postura bastante corajosa, as atletas comandadas pelo técnico Luizomar de Moura derrotaram a “seleção” tailandesa por 3 sets a 1, com parciais de 25-17, 25-21, 24-26 e 26-24, em 1h55 de confronto. Mesmo desfalcado de quatro jogadoras na Seleção Brasileira (Fabíola, Thaisa, Tandara e Jaqueline) e uma na dos Estados Unidos (Hooker), o Sollys não tomou conhecimento da equipe composta basicamente por todas as atletas de sua seleção nacional.

 
“Quero destacar a coragem da nossa equipe de estar aqui e medir forças com uma seleção nacional, já que o time da Tailândia é composto por todas as jogadoras da seleção nacional. As meninas estão extremamente motivadas pela oportunidade de estar disputando um Mundial, que é uma experiência única para algumas atletas. Nós temos a Adenízia e a Camila Brait, que também fazem parte do grupo da Seleção Brasileira, mas até pra elas jogar o Mundial é muito importante porque estão atuando. A Brait com a responsabilidade de liderar a equipe e a Adenízia com a responsabilidade de ser um espelho para Bia e Larissa”, declarou Luizomar.
 
 
O Sollys fez dois primeiros sets perfeitos e conseguiu impor seu ritmo. Na terceira parcial as rivais reagiram, mas, no quarto set as brasileiras retomaram o controle e fecharam a partida. “Não quero ficar preso ao que foi certo e ao que foi errado. Estamos vivendo intensamente cada jogo e, além de buscarmos as vitórias, vamos atrás de experiência e o grupo está muito empenhado. Você vê Bia, Ivna e Samara que são meninas que fizeram parte das categorias de base da Seleção e hoje estão jogando um torneio Mundial adulto, o que só vai ajudar o voleibol brasileiro. As pessoas que torcem pela nossa equipe e estão acompanhando este campeonato vão ver um time extremamente motivado e querendo muito. Minhas atletas querem muito representar bem o voleibol brasileiro”, concluiu o técnico.
 
Os dois principais destaques do time brasileiro no confronto foram a oposto Ivna e a ponteira Samara com, respectivamente, 22 e 17 pontos. Ivna, inclusive, foi a maior pontuadora da partida. “Fizemos um ótimo jogo, principalmente, por se tratar de uma estreia. Para os próximos jogos não podemos perder oportunidades como aconteceu no terceiro set, mas o importante é que conseguimos nosso objetivo”, disse. “Nós sabíamos que seria um jogo difícil. Estudamos bem a equipe delas e tínhamos consciência de que elas faziam muitas mexidas. Fizemos dois primeiros sets muito bons porque entramos muito concentradas e focadas cientes do que tínhamos que fazer, mas a gente não pode perder a concentração como ocorreu no terceiro set”, completou Ivna.
 
Samara seguiu a linha de raciocínio de sua companheira com relação às dificuldades que a partida apresentaria.  “Conheço bem a escola asiática e sei que é muito difícil. É preciso ter muita paciência porque elas defendem muito bem”, disse. “Não foi um 3 a 0, mas o 3 a 1 foi uma boa vitória para uma estreia de Campeonato Mundial, já que temos jogadoras muito novas e que nunca tinham jogado. Foi um bom resultado, mas temos que seguir concentradas porque o próximo jogo é completamente diferente”, finalizou a ponteira. Na segunda e última rodada do Grupo B, o Sollys/Nestlé enfrenta o Rabita Baku, do Azerbaijão, no dia 12, às 9h (horário de Brasília).
 



Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x