Search
Wednesday 25 November 2020
  • :
  • :

Sollys/Nestlé vence Usiminas/Minas e Ramirez está fora do jogo decisivo

 24/03/12 –  O Sollys/Nestlé (SP) saiu na frente nas semifinais e está a uma vitória de mais uma decisão da Superliga feminina de vôlei 11/12. Neste sábado (24.03), a equipe paulista recebeu a Usiminas/Minas (MG), no ginásio José Liberatti, em Osasco, e venceu a primeira partida da série melhor-de-três por 3 sets a 1, parciais de 25-7, 25-20, 19-25 e 25-18, em 1h41 de jogo.


Com o resultado, o time paulista, atual vice-campeão, precisará vencer mais uma vez para chegar à final. O próximo duelo entre as equipes será na sexta-feira (30.03), a partir das 18h45, na Arena Vivo, em Belo Horionte. Se a Usiminas/Minas vencer, forçará o terceiro jogo, que será disputado, novamente, em Osasco.
 
A cubana Daymi Ramirez levou seu 3º cartão amarelo e está fora da próxima partida. O cartão foi muito discutido pela equipe mineira, Ramirez levou o cartão após um olhar para a equipe adversária. 

O duelo teve sotaque gringo. A oposto norte-americana Hooker, do Sollys/Nestlé, foi a maior pontuadora, com 17 acertos – 12 de ataque e cinco de bloqueio. Do lado da Usiminas/Minas, o destaque foi a cubana Herrera, com 14 pontos – todos de ataque.

A outra série semifinal será entre Unilever (RJ) e Vôlei Futuro (SP). A primeira partida será na próxima terça-feira (27.03), a partir das 21h, no ginásio Plácido Rocha, em Araçatuba (SP). O canal Sportv transmitirá ao vivo.

O jogo

A partida começou melhor para o time do Sollys/Nestlé, que abriu 5/1, após o ace da central Adenízia. Com um eficiente trabalho no bloqueio, as donas da casa chegaram ao primeiro tempo técnico com vantagem de sete pontos: 8/1. A Usiminas/Minas teve dificuldade para recepcionar o saque da equipe paulista que ampliou a vantagem e marcou 16/3. Com uma atuação tática impressionante, o Sollys/Nestlé fechou o set em 25/07.

O segundo set foi mais equilibrado. Apesar do Sollys/Nestlé ter marcado 3/1, a Usiminas/Minas reagiu e chegou a estar um ponto à frente (7/6). Mas as donas da casa voltaram a dominar, chegaram ao primeiro tempo técnico à frente e abriram no marcador (12/9). Depois de ter quatro pontos de desvantagem (20/16), a equipe mineira encostou no placar no fim da partida: 21/19. Mas o time paulista administrou a diferença e, no bloqueio de Hooker, marcou 25/20 e selou a vitória na parcial.

O terceiro set foi diferente. A Usiminas/Minas evoluiu e dominou a parcial. Na primeira parada técnica, dois pontos de diferença (6/8). Vantagem mantida no segundo tempo técnico (16/14). O Sollys/Nestlé chegou a empatar (16/16), mas a equipe mineira contou com a força da cubana Herrera para voltar a comandar o placar (20/16). A Usiminas/Minas administrou e, no contra-ataque de Herrera, marcou 25/20 e diminuiu a diferença em sets.

A derrota não abalou o Sollys/Nestlé, que votou bem para o quarto set. A equipe de Osasco voltou a sacar bem e marcou 8/4. A Usiminas/Minas não apresentou o mesmo voleibol da parcial anterior. A equipe paulista dominou e, no contra-ataque de Jaqueline, fechou o set em 25/18 e selou a vitória.

Sollys/Nestlé – Fabíola, Hooker, Jaqueline, Tandara, Adenízia e Thaísa. Lìbero – Camila Brait. Entraram – Ivna, Karine e Bia. Técnico – Luizomar de Moura

Usiminas/Minas – Claudinha, Daymi, Herrera, Carla, Natasha e Fernanda Ísis. Lìbero – Tássia. Entraram – Flavinha e Carol. Técnico – Jarbas Soares

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x