Search
Wednesday 28 October 2020
  • :
  • :

Soninha volta aos treinos no Vôlei Amil e espera ser reforço para os Playoffs

Foto: Felipe Christ/Vôlei Amil

Ela se autodenomina como guerreira. E ninguém pode dizer o contrário. Soninha enfrentou uma delicada cirurgia na região cervical para corrigir uma hérnia de disco e um longo período de recuperação. Lutou e venceu. Recuperada, a ponteira está totalmente reintegrada ao elenco do Vôlei Amil e participa normalmente dos treinos com a equipe. O reencontro com a bola aconteceu no final de janeiro e agora a ponteira luta contra o tempo para reconquistar a forma física e técnica na tentativa de ajudar suas companheiras nos playoffs da Superliga.

Sempre alto astral, ela comemora a possibilidade de voltar a fazer o que mais gosta na vida. “Estou muito feliz. Estar com o grupo, dentro desse projeto maravilhoso que é o Vôlei Amil, é bom demais. Agora é trabalhar muito. Não é fácil voltar, o corpo sente, dói tudo, mas o importante é estar com a cabeça boa. Tudo o que os médicos disseram está realmente acontecendo e logo voltarei a ser a Soninha 100%. Vou dar tudo de mim por essa equipe”, afirma.

A ponteira do Vôlei Amil sofreu a intervenção cirúrgica dia 18 de agosto para acabar com as dores na região cervical e formigamento por todo o corpo. O longo período de recuperação se fez necessário em função da necessidade de cicatrização completa porque, além de pinos, foi feito um enxerto de um pedaço do osso da bacia. “Senti muita dor após a operação e foi difícil aceitar ficar parada. Sou muito agitada. Mas agora a empolgação está lá no alto”, garante a atleta, que foi a quarta maior pontuadora da Superliga 2001/12 com 376 pontos sendo 337 em ataques. Com isso foi a sexta melhor atacante da competição nacional.

Soninha passou por um longo e doloroso processo de recuperação. Após a cirurgia, ela precisou praticamente reaprender a executar alguns movimentos e lutar contra uma depressão que ameaçou derrubá-la de vez. Mas superou todas as dificuldades e sai fortalecida da experiência. “Eu nunca tinha tido uma lesão grave, passado por uma operação. Confesso que fiquei bastante abalada. Foi um período muito difícil e sei que foi um procedimento delicado e que corri sérios riscos de ser obrigada a encerrar minha carreira no vôlei, mas sou guerreira e estou me recuperando. Já estou saltando, devagar, mas saltando e batendo algumas bolas. Me aguarde!”, comenta ela, lembrando de outra agonia, a de ser obrigada a virar torcedora. “Ficar na arquibancada é dureza. Gosto mesmo é de estar nas partidas, não quero saber de ficar de fora de jogo nenhum e comigo nunca teve essa de bola perdida. Sou fominha mesmo”, revela.

O técnico Zé Roberto está mais que satisfeito com a volta da ponteira. “Estamos todos muito felizes com a volta da Soninha, em ver sua evolução. Afinal, ela passou por uma cirurgia muito delicada e a recuperação, nós sabemos, não foi nada fácil”, afirma o treinador, que completa. “Agora estamos na torcida para que ela entre em forma o mais breve possível, porque esperamos poder contar com ela na fase decisiva da Superliga.”




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x