Search
Wednesday 25 November 2020
  • :
  • :

“Superliga é outro campeonato. O Sul-Americano já passou”, destaca Fabíola após vitória contra Pinheiros

Foto: João Pires/FotoJump/Divulgação

Derrotado na final do Sul-Americano no último domingo, o Molico Osasco parece já ter digerido a perda do título e estar concentrado exclusivamente na Superliga. Após vencer o Pinheiros por 3 a 0, com destaque para a parcial de 21-05 no último set, o time de Osasco parece já ter deixado o revés para trás.

Melhor da partida, a levantadora Fabíola ressaltou esse espírito em sua declaração pós-jogo. Além de falar sobre os motivos que levaram a vitória, destacou a importância que o time precisa dar ao que vem por aí. “O time hoje errou muito pouco, sacamos muito bem, conseguimos bloquear muito bem. Além disso, conseguimos anular o ataque do Pinheiros, que é muito forte. Tivemos pouco tempo para lamentar a derrota no Sul-Americano. Nós analisamos o que erramos e onde tivemos dificuldade na final, então, tentamos nesse jogo diante do Pinheiros regularidade e superar tudo o que já passou. A Superliga é outro campeonato e a equipe está de parabéns por ter conseguido essa vitória”.

Já o técnico Luizomar de Moura apontou a disciplina tática como o fundamental no jogo e nem tocou no assunto Sul-Americano. “A gente sabe que é muito difícil enfrentar o Pinheiros na casa deles. É um time que joga muito bem e já fez grandes resultados atuando no seu ginásio. Acho que a disciplina tática foi determinante para a nossa vitória. Sabíamos da qualidade do adversário, que é um time muito voluntarioso e joga com muita velocidade. O Molico/Osasco sacou muito bem e isso foi fundamental para a leitura tática do jogo do Pinheiros. Sacamos bem e o jogo ficou mais fácil de se entender e aí sim a equipe conseguiu um grande resultado”.

Com 19 vitórias seguidas na Superliga, o time pode alcançar um recorde na próxima sexta-feira (14/02) contra o Praia Clube. Para Fabíola, a marca é importante para todos e afirma que o time vai em busca de ampliá-la. “Na verdade acho que a gente marca uma história tanto do clube quanto do voleibol. A marca fica para todas as atletas e para a comissão técnica. Não é fácil você manter tantas vitórias consecutivas, então, a gente fica feliz, pois o campeonato é muito difícil e equilibrado. Conseguir esse recorde nos motiva e nos dá mais forças para conseguir mais”.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x