Search
Tuesday 19 January 2021
  • :
  • :

Superliga Feminina: confira a classificação atualizada

Pela primeira vez na temporada, a oposto Nicole Fawcett atuou como titular. Ela marcou 13 pontos e ajudou o Praia Clube a se manter na liderança. (Foto: Assessoria Dentil/Praia Clube)

Por Júnior Barbosa

Ao final da quarta rodada da Superliga Feminina 2017/2018, apenas o Dentil Praia Clube, o Sesc-RJ e o Vôlei Nestlé permanecem invictos. A equipe mineira, com um jogo a mais, tem 15 pontos.  Já as equipes do técnicos Bernardinho e Luizomar de Moura estão com 11 pontos. Em quarto, aparece o Camponesa/Minas, que subiu na classificação após conquistar duas vitórias seguidas e, nos critérios de desempate, levou a melhor.

Até o momento, Sesi-SP e Renata Valinhos/Country estão na lanterna e também não venceram nenhuma partida. Confira a classificação atualizada.

1 – Dentil/Praia Clube – 15 pontos (5 jogos e 5 vitórias)

2 – Sesc-RJ – 11 pontos (4 jogos e 4 vitórias)

3 – Vôlei Nestlé – 11 pontos (4 jogos e 4 vitórias)

4 – Camponesa/Minas – 7 pontos (4 jogos e 2 vitórias)

5 – Hinode Barueri  – 7 pontos (4 jogos e 2 vitórias)

6 – Vôlei Bauru  – 7 pontos (4 jogos e 2 vitórias)

7 – Pinheiros – 5 pontos (4 jogos e 2 vitórias)

8 – BRB/Brasília Vôlei – 4 pontos (5 jogos e 2 vitórias)

9 – Fluminense – 3 pontos (4 jogos e 1 vitória)

10 – São Cristóvão Saúde/São Caetano – 3 pontos (4 jogos e 1 vitória)

11 – Sesi-SP – 1 ponto (4 jogos e nenhuma vitória)

12 – Renata Valinhos/Country – 1 ponto (4 jogos e nenhuma vitória)

 

 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
4 Comentários
o mais novo
mais velho mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Henrique

O problema é que quando esses times pegam o RJ na final, TREMEM, infelizmente, acho que a história do RJ (independente de patrocinador) a figura e competência do Bernardinho na beira da quadra, intimidam ! Talvez seja algo psicológico, não sei, posso estar errado. Sempre torci pelo Minas, mas acho que se no ano passado com jaque no passe não deu, esse ano será mais difícil, pois não há uma grande passadora no time. O praia se não ganhar esse ano, PODE DESISTIR DE VEZ. Osasco é aquela coisa, enquanto Ruimzomar estiver como técnico continuará sendo vice ou ocupando o… Ler mais »

Talles

O time carioca também não tem exímias passadoras. São mais competentes no fundo do que a Rosamaria e Pri, por exemplo, mas longe de serem excelentes. Na Supercopa, o Minas quase leva contra o Rio, mesmo sem a Hooker. O que faltou foi maturidade pra carimbar a vitória. Mas isso se aprende, ainda mais que o time mineiro está com outra armadora, que joga diferente, impondo outro ritmo ao jogo se comparado com a Naiane. Tudo vai se ajeitando. Rosa e Pri Dairot podem apresentar mais consistência no fundo ao longo da temporada. Jogo é jogado. Não dá pra prever.… Ler mais »

Fabíola Moraes

O Praia ganhar os 5 primeiros jogos não significa nada por enquanto pois ele não pegou nenhum adversário direto pelo título ainda, porém as vitórias estão sendo importantes pra dar confiança ao time o que provavelmente fará com que se saia bem na hora dos jogos contra Rio, Osasco , Barueri e Minas.

julio

Fabíola, seu comentário é muito interessante!!! Sou torcedor do Osasco e lembramos salvo engano, da temporada (2012/2013) em que o Osasco veio atropelando todos os concorrentes, sem perder um jogo no turno e returno, e caiu 2 vezes seguidas para o SESI – SP e não chegando a grande final. outra coisa, O Praia tem um vantagem em relação as outras equipes, a tempos já havia definido seu elenco para 2017/2018, coisa que não aconteceu com Osasco, Rio, Minas e Barueri que na minha opinião candidatados ao titulo. Outra coisa, atenção ao time do Pinheiros que mesmo ter perdido para… Ler mais »

Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x