Search
Wednesday 21 August 2019
  • :
  • :

Superliga Feminina: Natália fala sobre suas condições físicas para a disputa das semifinais

Natália: “Estou 100% e vou com tudo para esta reta final” (Foto: Orlando Bento/MTC)

 

Restam apenas quatro times na briga pelo título da Superliga Feminina: Itambé/Minas, Osasco/Audax, Dentil/Praia Clube e Sesi Vôlei Bauru. Em quadra, as principais atletas do Brasil representarão as suas equipes. No time minastenista, uma dessas atletas tem motivos de sobra para comemorar esta chegada à semifinal. É que depois de ficar fora de alguns jogos e treinos por causa de dores e lesões, a ponteira Natália está recuperada e vem voando em quadra, tanto é que, não por acaso, ela conquistou, nos últimos três jogos do Itambé/Minas contra o Curitiba Vôlei, o Troféu Viva Vôlei. Ou seja, nas três oportunidades, ela foi eleita a melhor jogadora da partida.

 

Primeiro, Natália sentiu dores no joelho direito e ficou alguns dias em recuperação. Quando se sentia melhor, voltou à quadra e, na tentativa de salvar uma bola em um jogo pela Copa Brasil, em Gramado (RS), ela se chocou com a central Mara, também do Itambé/Minas, e teve uma pequena fissura na costela. Passadas algumas semanas de recuperação, sessões de fisioterapia, exames médicos e dores, a atleta se recuperou e garante: “Estou 100% e vou com tudo para esta reta final”.

 

A camisa 12 do Itambé/Minas conta que o fato de ter sido eleita a melhor jogadora em quadra por três vezes seguidas é algo inédito na carreira e, para ela, isso é uma força a mais para seguir em frente. “Nunca tinha ganho três troféus seguidos. Estou muito feliz de estar neste nível, principalmente, por poder ajudar mais a minha equipe. Tive alguns probleminhas com lesões, fiquei muito preocupada com meu joelho, que me incomodou um pouquinho, mas conseguimos estabilizá-lo e estou bem. Depois foi a costela que me atrapalhou. Essas lesões foram, justamente, no momento mais importante da temporada, com o Sul-americano, a Copa Brasil e sequência da Superliga. Assim, fiquei fora de alguns jogos”, relembra a atleta.

 

Já recuperada, Natália somou 51 pontos nas últimas três vitórias do Itambé/Minas (uma pela última rodada da fase de classificação e duas pelas quartas de final). Para ela, o rendimento e a recuperação física se devem ao trabalho multidisciplinar desenvolvido no Minas. “Eu só tenho o que agradecer a parte médica e a fisioterapia do clube. Desde que eu cheguei aqui sempre fui muito bem tratada, mas, nos últimos meses, eles me ajudaram bastante. Acredito que todo o trabalho em quadra com a comissão técnica, com o Alexandre (Marinho), na preparação física, com a Marcela (Gomide) e a Bruninha (Bruna Melato), na fisioterapia, além do doutor Rodrigo Vaz (médico da equipe Itambé/Minas) foram fundamentais para a minha recuperação. Eu costumo brincar que o pessoal da fisioterapia é o meu anjo da guarda, porque eles são os responsáveis por me deixar bem”.

 

Já em relação à semifinal contra o Osasco/Audax, Natália espera um duelo forte e garante que fará de tudo para ajudar o Itambé/Minas a chegar na decisão da competição. “Jogar contra o Osasco é sempre uma batalha muito forte. É uma equipe experiente e com atletas fortíssimas. Espero melhorar a cada jogo para ajudar a equipe a chegar em mais uma final de Superliga. Estamos muito unidas e empolgadas para chegar a esse objetivo. Ganhamos três títulos importantes nesta temporada (Mineiro, Copa Brasil e Sul-americano), além do vice no Mundial, e acredito que merecemos estar onde estamos, pois trabalhamos muito para isso. Agora, é a parte mais difícil do campeonato, mas também é a melhor parte de se jogar. Estou muito bem fisicamente, e a nossa equipe, preparada. Acredito que entramos fortes nessa semifinal”, finaliza a jogadora.

 

O técnico Stefano Lavarini ressalta a importância da Natália ao time, mas também destaca que o conjunto é muito forte e vai buscar bons resultados. “A gente tem cuidado da carga de trabalho de todas as jogadoras. Tivemos uma temporada desgastante, com muitos jogos e competições e, com isso, precisamos saber lidar com problemas físicos e lesões. Então, administramos esses problemas para termos todas as atletas em forma. A Natália está de volta, com boa continuidade e ritmo. Isso é muito importante para nós. Ela é uma jogadora fundamental para o time, assim como cada uma das outras atletas do nosso elenco. Gostamos muito da volta dela, que é uma atacante de referência para o nosso time. Mas o que mais importa para a nossa equipe é o conjunto, isso pode nos levar a ter bons resultados”, destaca o treinador do Itambé/Minas.

 

Nesta temporada, o time minastenista conquistou o bicampeonato mineiro, o tetracampeonato sul-americano e a Copa Brasil, além de ser vice-campeão do Mundial de Clubes. Nesta segunda-feira (1º/4), o Itambé/Minas inicia a busca por vaga em mais uma decisão. A equipe estreia na fase semifinal da Superliga Feminina contra o Osasco/Audax, às 21h30, na Arena Minas Tênis Clube.

 

O segundo jogo entre as equipes será no dia 8/4, também às 21h30, desta vez, em Osasco (SP). Se preciso for, o terceiro e decisivo jogo volta para Belo Horizonte, já que o time minastenista fez a melhor campanha da fase de classificação. O jogo de desempate está previsto para o dia 12/4.

 

Semifinal

1º/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Osasco/Audax – Arena MTC – SPORTV
8/4 – 21h30 – Osasco/Audax x Itambé/Minas – Osasco (SP) – SPORTV
12/4 – 21h30 – Itambé/Minas x Osasco/Audax – Arena MTC (se necessário)




1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Sokolova Recent comment authors
  Subscribe  
o mais novo mais velho mais votado
Auto Notificar:
Sokolova
Visitante
Sokolova

Força Natália!!!! Detone as campeãs mundiais do Osasco!!!! Kkkkkkk
Mas o melhor dessas semis, é que as imbatíveis do Rio não estarão Kkkkkkk

Translate »