Search
Wednesday 18 September 2019
  • :
  • :

SuperPraia: Fase eliminatória é definida em Brasília

Ângela (frente) celebra ponto com Carol Horta em Brasília. (Foto: Ana Patrícia/Inovafoto/CBV)

A edição 2019 do SuperPraia começou nesta quinta-feira (22.08), em Brasília (DF), com a disputa da fase de grupos do torneio feminino. E entre as quatro duplas que terminaram o dia invictas, destaque para a atleta da casa Ângela, que junto de Carolina Horta conquistou recentemente medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Elas agitaram a torcida local e garantiram uma das vagas às quartas de final do torneio.

Os jogos contam com entrada franca na arena montada no Parque da Cidade. As partidas são transmitidas ao vivo pelo site voleidepraiatv.cbv.com.br e pelo Facebook da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). As finais são exibidas exclusivamente pelos canais SporTV no sábado à noite (feminino) e domingo pela manhã (masculino).

Saíram invictas do primeiro dia, com duas vitórias e vaga direta às quartas de final as duplas Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), Carolina Horta/Ângela (CE/DF), Fernanda Berti/Bárbara Seixas (RJ) e Juliana/Josi (CE/SC). Elas entram em quadra nesta sexta-feira a partir das 18h50, contra as duplas que vencerem os confrontos da repescagem.

Já outras oito duplas que terminaram em segundo e terceiro de seus grupos, disputam a repescagem nesta sexta (veja todos os confrontos abaixo), a partir das 11h50.

Ângela comentou sobre a alegria de poder atuar em casa, especialmente após a conquista da medalha pan-americana. Ao lado de Carolina Horta, campeã do SuperPraia em 2018, elas venceram nesta sexta as duplas Aline/Juliana Simões (SC/PR) e Talita/Taiana (AL/CE).

“O Pan foi uma experiência incrível, e todos acompanharam, e essas pessoas, que acompanham o nosso dia a dia, têm a oportunidade de vir aqui torcer. O atleta tem uma luta diária para buscar o melhor de si, sacrifica um pouco a família e os amigos, e estar aqui em Brasília é muito bom que consigo estar perto dessas pessoas importantes”, disse.

Carol Horta comentou sobre a expectativa de subir novamente ao pódio do SuperPraia.

“Eu até comentei com a Ângela que eu ganhei ano passado e quero repetir a dose (risos). É uma motivação para mim. Estamos aqui para nos divertirmos, fazer o nosso melhor. Conseguimos duas vitórias importantes, que nos poupa um jogo. E nas quartas vamos enfrentar um adversário mais desgastado”, destacou.

Quem também celebrou a boa estreia foi a parceria das atuais campeãs brasileiras, Fernanda Berti e Bárbara Seixas. Elas elogiaram a estrutura da competição na capital federal.

“Estou muito feliz, conseguimos duas vitórias, foi um dia muito positivo. Conseguimos imprimir um ritmo muito bom. Apesar de eu ter já experiência com o Superpraia, é gostoso de jogar, mas cada torneio é diferente do outro, temos que conquistar cada degrau. Eu e Fernanda ficamos com o bronze ano passado, e agora vamos lutar muito para conseguir o ouro”, disse Bárbara Seixas, que já venceu o SuperPraia em 2015 e 2016.

“A gente vem de uma sequência grande de eventos internacionais, e dá uma saudade de jogar um torneio em casa, sentir a energia da torcida brasileira. Brasília tem se tornado uma cidade com tradição no vôlei de praia. A competição aqui está bem legal, é ótimo jogar aqui. Começamos com dois resultados importantes e espero continuar assim”, completou Fernanda Berti, que ao lado de Bárbara busca o primeiro ouro neste torneio.

Quatro duplas foram eliminadas nesta quinta-feira, com duas derrotas na fase de grupos, dando adeus ao torneio: Vivian/Vitória (PA/RJ), Rosi/Naiana (AL/CE), Rafaela/Jéssica (PA) e Teresa/Thais (DF/RJ).

Enquanto uma etapa normal do Circuito Brasileiro possui 24 duplas na fase de grupos, o SuperPraia conta apenas com os 16 melhores times do ranking nacional, sem disputa de classificatório. São considerados para o ranking de entradas os seis melhores resultados dos atletas nas sete etapas realizadas no Circuito Brasileiro 18/19.

O SuperPraia foi realizado pela primeira vez em 2014 e será disputado pela segunda vez em Brasília (DF). A competição distribui R$ 50 mil às duplas campeãs dos dois naipes, e todos os times na fase de grupos são premiados. O evento também terá a premiação dos melhores da temporada, com os escolhidos nos fundamentos saque, recepção, levantamento, ataque, bloqueio, defesa, revelação, atleta que mais evoluiu e melhor jogador.

REPESCAGEM
Val/Neide x Aline/Juliana Simões – Jogo 1
Talita/Taiana x Fabrine/Pity – Jogo 2
Andressa/Diana x Érica Freitas/Solange – Jogo 3
Victoria/Tainá x Izabel/Thati – Jogo 4

QUARTAS DE FINAL
Ana Patrícia/Rebecca x Vencedor Jogo 3
Carol Horta/Ângela x Vencedor Jogo 2
Fernanda/Bárbara x Vencedor Jogo 1
Juliana/Josi x Vencedor Jogo 4




Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Auto Notificar:
Translate »