Search
Sunday 25 October 2020
  • :
  • :

Surpreendidos no Sul-Americano, brasileiros lamentam e destacam temporada bem-sucedida

Foto: Skylo Vôlei

Neste final de semana, a UPCN conquistou em Belo Horizonte, na Arena Vivo, o título Sul-Americano de Clubes masculino, derrotando na final, por 3 a 0, o time da casa, o Vivo Minas.

Após quebrar uma série de dois vice-campeonato no torneio, a equipe que é tricampeã argentina garantiu vaga para o Mundial de Clubes no Brasil, em Outubro.

Para os brasileiros, a perda do título frustrou as expectativas de todos. Atual campeão da Superliga, o RJX, ficou apenas com o terceiro lugar. Para o técnico Marcelo Fronckowiak, o resultado no Sul-Americano não interfere em nada na excelente temporada do time. “Foi uma temporada maravilhosa, onde conseguimos alcançar o nosso principal objetivo que era a conquista da Superliga, que na minha visão é um dos maiores campeonatos de vôlei do mundo. É motivo de muita felicidade e orgulho tudo o que conquistamos nessa temporada, seja em quadra ou fora dela. E já projeto com otimismo e esperança a próxima”.

Bruninho, levantador do RJX, também sai com o mesmo sentimento. “Esta temporada vai estar na minha memória. Foi um ano muito especial em que eu trabalhei ao lado de pessoas que me acrescentaram muito, não só como atleta, mas também como pessoa. A temporada não foi perfeita porque não conquistamos o Sul-Americano, mas foi maravilhoso. Saímos com a cabeça erguida para o que temos e por ter tido a oportunidade de reviver os dias de ouro do vôlei masculino no Rio de Janeiro”.

Já pelo lado mineiro, a única alegria da noite foram com os prêmios individuais. Lucarelli, que fez sua última partida no clube, foi eleito o melhor saque, enquanto Quiroga, foi o melhor atacante.

O argentino Gonzalez, da UPCN, foi eleito o melhor jogador e melhor levantador do campeonato. O brasileiro Júnior, também da UPCN, foi o melhor bloqueador, ao lado do companheiro de equipe Garrocq, melhor líbero. Lucão, do RJX, foi o eleito o melhor atacante, enquanto Uriarte, do Buenos Aires Unidos, foi o melhor na defesa.

Após o jogo, o levantador Marcelinho resumiu a decepção pelo resultado. ““Faltou tudo. O time jogou abaixo em todos os fundamentos. Isso nunca aconteceu, infelizmente foi numa decisão, num jogo único, e a gente saiu daqui derrotado”.




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x