Search
Thursday 1 October 2020
  • :
  • :

Sykora já treina forte e realiza jogo-treino com os Estados Unidos

09/10/2011 – A líbero norte-americana Stacy Sykora prova que é uma verdadeira guerreira. Depois de 182 dias do acidente com o ônibus do Vôlei Futuro, no qual a jogadora bateu a cabeça e ficou em estado grave por muitos dias, Sykora treina gradativamente há cerca de um mês e, na última quinta-feira (06/10), participou de um jogo-treino da seleção dos EUA que se prepara para os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Ela atuou no time que ainda contou com Danielle Scott, Tayyiba Haneef e Jennifer Tamas. Logan Tom, Foluke Akinradewo e Jordan Larson ficaram nas arquibancadas para acompanhar o evento.

Revelações

Sherian Richards, mãe de Stacy, revelou ao Star Telegram detalhes sobre a recuperação da filha ainda no hospital no Brasil. "Quando ela coloca alguma coisa na cabeça, é difícil de tirar. Ela olhou para mim e disse: ‘vou andar’. Mas a enfermeira disse que ela não tinha saído da cama ainda. Eu então olhei para ela e respondi que, se Stacy disse que ia andar, é porque ela ia", afirmou, para minutos depois a jogadora ser aplaudida pela equipe médica pelo feito àquela altura da recuperação.

A líbero ficou hospitalizada no Brasil durante 25 dias, e mais dez nos Estados Unidos. Sykora disse que logo após acordar do estado de coma, estava dizendo coisas esquisitas. "Estava falando outras línguas quando acordei, dizendo coisas bem estranhas mesmo. Dizia que era 2002 e que tinha que me preparar para o Grand Prix", lembra.

Confira fotos da atleta em ação na última semana

Hoje, mesmo já liberada para jogar, a atleta ainda carrega consigo marcas daquele 12 de abril. O condicionamento físico ela já conseguiu recuperar, mas uma pequeno problema no olho direito a impede de enxergar por todos os campos da visão. "Nós podemos falar que a recuperação dela é impressionante", afirmou Chris Koutures, médico da equipe da seleção dos EUA, que ainda acrescentou que a atleta foi submetida a diversos exames antes de ser liberada para atuar novamente.

Projeto Londres 2012

Stacy já disputou três Jogos Olímpicos e agora, mais do que nunca, tem uma enorme motivação para aos 34 anos alcançar sua quarta Olimpíada – ela já havia adiantado que pararia depois de Londres. Ela é uma das 31 jogadoras que está em Anaheim, na Califórnia, no centro de treinamento dos EUA.

"Tive que lutar muito para fazer parte dessas equipes (que disputaram os Jogos Olímpicos) e agora também será uma batalha. Nunca é fácil, mas eu não vou olhar isso como algo mais difícil por causa do aciente, dos danos cerebrais. Não será uma desculpa para eu integrar o time", disse a líbero.

O técnico da seleção Hugh McCuctheon disse que o retorno de Stacy "é fenomenal. Ela é uma inspiração para todos nós, uma colega de trabalho muito boa e que trabalha duro. Seu progressos são evidentes e isso é uma prova da sua determinação.

Relembre a repercussão do acidente:

Ônibus do VF tomba e partida é adiada

Liberada, Stacy Sykora diz: ‘Serei ainda melhor agora’ 

Stacy Sykora já se alimenta sem ajuda de sonda

Stacy: Retorno ao vôlei ainda é incerto

Paula Pequeno: A impressão é que temos que lutar contra tudo e todos

Melhor do Vôlei
Com informações do Star Telegram
Foto da capa: Alessandro Iwata

 

 
 




Subscribe
Auto Notificar:
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Translate »
213
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x